Notícias Senar inicia em Balsas novas turmas do programa Aprendizagem Rural
Print Friendly, PDF & Email

O programa atende jovens aprendizes com capacitação para o mercado de trabalho

Yolanda Gomes, do Senar, instrutores e alunos do programa Aprendizagem Rural.

O Senar deu início esta semana, em Balsas (MA), a mais duas turmas do programa Aprendizagem Rural (Jovem Aprendiz Rural), cujo foco é capacitar jovens de 14 a 24 anos para o mercado de trabalho nas áreas  administrativa e operacional da avicultura.

Nessa empreitada, o Senar firmou parceria com a empresa SLC Agrícola para a qualificação de mais 25 alunos em auxiliar administrativo e com a Notaro para formação de 15 operadores da atividade avícola. Com essa nova turma, a empresa SLC Agrícola contabiliza 40 jovens atendidos até agora.

Já a Notaro Alimentos, inicia o processo de qualificação profissional com 15, para dentro de um ano, além de garantir uma formação técnica na área produtiva da avicultura de corte, também disponibilizar mão de obra qualificada para atender as necessidades do mercado.

Além de Balsas, o Senar mantém ainda as turmas do Programa Aprendizagem Rural (Jovem Aprendiz Rural) nas empresas Santa Izabel Alimentos em São José de Ribamar (auxiliar administrativo e avicultor) e na JS Florestal em Açailândia (silvicultor).

Aprendizagem Rural

O programa foi lançado pelo Senar para atender as exigências do governo federal (Ministério do Trabalho e Emprego – MTE) no que tange à Lei nº 10.097/2000 e consiste em preparar jovens e adolescentes para o mercado de trabalho em consonância com o quadro funcional e as necessidades das empresas que exploram atividades rurais, considerando os requisitos da legislação em vigor.

Com este projeto a entidade objetiva realizar a Formação Profissional Rural, (FPR), com metodologia de ensino-aprendizagem voltada aos aprendizes, capacitando-os para o ingresso no mercado de trabalho. O curso técnico é destinado aos jovens que queiram ingressar em atividades agrossilvipastoris, com capacidade para atender a sua comunidade, ganhando um ofício e melhorando a renda de sua família.

Os participantes deste tipo de capacitação recebem aulas teóricas e práticas dentro das instalações da empresa, podendo, ao final do curso serem contratados para exercer a função como empregado, dentro do estabelecimento. Enquanto alunos, eles recebem meio salário mínimo por um turno de trabalho experimental,  que os mantêm em suas atividades.

De acordo com o coordenador da empresa SLC Agrícola, Marcos Nunes, a parceria com o Senar tem dado certo e todos estão satisfeitos. Ele explica que esta já é a segunda turma na filial do Maranhão, um fato, segundo explica, “inédito para nós que já  a algum  tempo, vínhamos tentando trazer o curso e agora conseguimos. A nossa ideia é intensificar essa parceria,  trazendo outros cursos e treinamentos complementares  para a nossa empresa”, acentuou.

Para o superintendente do Senar, Luiz Figueirêdo o  programa Aprendizagem Rural vem recebendo atenção especial da instituição por preparar jovens e adolescente que estão no início da fase de ingresso no mercado de trabalho.

“Com a qualificação profissional, cria-se um novo dimensionamento e valorização para essa mão de obra”, acentuou ele.