Notícias Senar debate experiências no ABC Cerrado
Print Friendly, PDF & Email

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) reuniu esta semana gerentes, supervisores, técnicos de campo e instrutores do Projeto ABC Cerrado para um workshop de lições aprendidas. A oficina avaliou as ações desenvolvidas em busca de melhorias para o projeto.

“Nas discussões percebemos que o ABC Cerrado trouxe maturidade e experiência para todos os envolvidos, tanto que os técnicos destacaram os conhecimentos técnicos e gerenciais adquiridos como um dos pontos positivos do projeto”, afirmou o gestor do ABC Cerrado no Senar, Mateus Tavares.

O ABC Cerrado leva capacitação e Assistência Técnica e Gerencial ao produtor de oito estados do Bioma Cerrado visando à adoção de tecnologias de baixa emissão de carbono nas propriedades rurais.

Tavares ressaltou que os resultados do workshop vão subsidiar um dos indicadores do Senar com o Banco Mundial, que é o parceiro financiador da iniciativa.

“Temos que gerar um relatório por ano e esse workshop levantou informações parciais para 2018, porque ainda iremos promover outro no segundo semestre com a participação dos parceiros, Ministério da Agricultura, Embrapa e Banco Mundial e então consolidar os dados.”

Para o gerente do ABC Cerrado no Senar Goiás, Douglas Vilaverde, avaliar anualmente o andamento do projeto é importante para melhorar a efetividade das ações na ponta. “Trocamos várias experiências com outras Regionais a respeito de estratégias, porque por mais que seja o mesmo projeto, são realidades diferentes.”

Na avaliação do técnico de campo do Senar Minas, Marcílio Almeida, “o ABC Cerrado foi um divisor de aguas em Minas, principalmente para produtores da região noroeste e norte do estado, onde o problema com a seca é muito grande. Com as tecnologias de baixa emissão de carbono e assistência técnica, estão tendo saldos positivos na produção”.

Até o momento o projeto beneficiou mais de 12 mil pessoas entre produtores e técnicos com dias de campo, capacitação e Assistência Técnica e Gerencial no Distrito Federal, Bahia, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Piauí e Tocantins.

Assessoria de Comunicação CNA/SENAR