Notícias Programação de capacitações leva novas tecnologias a produtores na Expoema

Como já realizados nas feiras e eventos agropecuários do estado ao longo do ano, o Governo do Estado levará à Expoema 2017 uma vasta programação de cursos e capacitações, coordenada pela Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima), em parceria com as Agências de Defesa Agropecuária (Aged), Pesquisa e Extensão Rural (Agerp) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar). O evento acontece entre os dias 14 e 21 de outubro, no Parque Independência, em São Luís.

Estão previstos cursos de doma racional de equinos, irrigação e drenagem, obtenção higiênica do leite, silagem e criação de abelhas nativas, além das oficinas de produção do Biofertilizante Verdão e beneficiamento de pescado, entre outras.

De acordo com o secretário da Sagrima, Márcio Honaiser, essa variedade de capacitações mostra a amplitude das ações do governo no setor agropecuário. “Na Expoema 2017, teremos vários espaços onde o trabalho do Governo do Estado voltado para a produção, com conhecimento, serviços e tecnologias, educação sanitária e oportunidades de comercialização estarão à disposição do público, em uma demonstração do trabalho que vem sendo realizado em todo o estado, em torno das 11 cadeias produtivas que hoje são priorizadas pelo Programa Mais Produção”, explicou.

A metodologia de assistência técnica e gerencial que hoje é aplicada a 1550 propriedades assistidas pela Sagrima nas cadeias de carne e couro, arroz, leite, aquicultura e hortifruticultura, em convênio com o Senar, também será apresentada, em seminário, com os principais resultados alcançados no primeiro ano de trabalho, assim como as ações do governo nas cadeias de  ovinocaprinocultura e aves caipiras.

O superintendente do SENAR-MA, Luiz Figueiredo, destaca o sucesso desse trabalho e que a metodologia de assistência técnica e gerencial aplicada no Maranhão poderá ser levada para outros países. “Temos percebido que o trabalho já vem fazendo a diferença. Concluiremos essa etapa de um ano de trabalho com cerca de 120 cursos ministrados e mais de 18600 visitas técnicas”, disse.

A dispensa de licenciamento ambiental para pequenas propriedades será apresentada em palestra e o atendimento a produtores que desejarem preencher a autodeclaração de dispensa será feito no estande da Sagrima.