Menu fechado

Sistema Faema/Senar implanta novas turmas para o curso  técnico de agronegócios

Print Friendly, PDF & Email
Raimundo Coelho, da Faema, ao lado de representantes do sindicato durante aula inaugural da Rede e-Tec, em Balsas.
Raimundo Coelho, da Faema, ao lado de representantes do sindicato durante aula inaugural da Rede e-Tec, em Balsas.

Diretores do sistema Faema/Senar visitaram este final  de semana, os polos de  apoio presencial  dos cursos técnicos em agronegócio da Rede e-Tec nas cidades de Balsas, Colinas e Chapadinha, regiões onde se concentra  maior produção de soja, com destaque para o desenvolvimento da agropecuária.  A equipe participou da aula inaugural da segunda turma do curso que envolve 90 alunos  – trinta em cada polo.

Com essa iniciativa, o Senar espera lançar o mais rápido possível, profissionais capacitados para atuarem em áreas consideradas propensas ao desenvolvimento  do agronegócio, incluindo conhecimentos teóricos e práticos nas atividades fins, na gestão do negócio rural.

Hilton Coelho, vice-presidente da Faema, lança a segunda turma em Colinas, com o prefeito Antônio Carlos Oliveira, Eliozilda Nóbrega, do sindicato e o técnico  Rozalino Aguiar.
Hilton Coelho, vice-presidente da Faema, lança a segunda turma em Colinas, com o prefeito Antônio Carlos Oliveira, Eliozilda Nóbrega, do sindicato e o técnico  Rozalino Aguiar.

No primeiro contato com os inscritos foram expostas informações acerca do curso técnico que se desenvolverá em dois anos cuja grade curricular elaborada pelo Senar Brasil atende às exigências do mercado de trabalho do agronegócio nacional.

O presidente da Federação de Agricultura e Pecuária, (Faema), Raimundo Coelho, acompanhado por gestores do sindicato dos produtores rurais de Balsas e do gerente de Formação Profissional Rural, Carlos Antônio Feitosa, fez uma explanação sobre a importância do curso para o mercado maranhense oferecidas pelo governo federal por meio do programa Rede e-Tec do Ministério  da Educação e Cultura, (MEC) em parceria com o Senar-MA, haja vista a vocação para a agropecuária ser acentuada no estado do Maranhão.

Alunos do curso de agronegócios durante aula inaugural em Colinas.
Alunos do curso de agronegócios durante aula inaugural em Colinas.

O curso técnico em Agronegócio é gratuito e possui  80% de suas aulas na modalidade á distância. A primeira turma iniciou-se no  ano passado, (2015), pelo SENAR.

Os polos de apoio presencial da Rede e-Tec Brasil no Senar, ficam no Distrito Federal e nos estados de Alagoas, Amazonas, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Santa Catarina, Sergipe e Tocantins.

O presidente da Federação, Raimundo Coelho, afirmou que o Senar é a ‘maior escola da terra’, e que está levando conhecimento para os jovens, colaborando no crescimento deles, de suas famílias, de suas comunidades rurais, de seus municípios e de seu estado.

“Estamos contentes em poder capacitar profissionais para atuarem  no  agronegócio do Maranhão”, destacou Coelho.