Menu fechado

Sistema Faema/Senar formaliza parceria com prefeitura de Chapadinha para implantação de Pólo da Rede e-Tec

Print Friendly, PDF & Email
Prefeita de Chapadinha Ducilene Belezinha assina com os gestores do sistema Faema/Senar convênio para implantação da Rede e-Tec.
Prefeita de Chapadinha Ducilene Belezinha assina com os gestores do sistema Faema/Senar convênio para implantação da Rede e-Tec.

Uma parceria entre o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, (Senar), a prefeitura de Chapadinha e o Sindicato dos Produtores Rurais local, resultou na implantação do pólo da Rede e-Tec Brasil, um programa do Ministério da Educação, (MEC), gerenciado pelo Senar Central, (Brasília) e desenvolvido pelas Administrações Regionais (42 Pólos em diversos Estados) e que, no Maranhão, além de Chapadinha, será implantado também em Balsas e em Colinas, disponibilizando-se 30 vagas para cada município.

Em Chapadinha, a parceria foi celebrada oficialmente esta semana entre o Senar a prefeitura municipal e a faema, através do superintendente Antônio Luiz Figueiredo, do vice-presidente Raimundo Coelho, da prefeita  Ducilene Belezinha, do presidente do sindicato dos produtores rurais de Chapadinha José Luzia e dos secretários municipais da Industria e Comércio, (Armando Brito), de Infraestrutura, (Aluizio Santos) e de Agricultura, (Antônio José), nutricionistas do município, agentes e técnicos da Casa Familiar Rural.

O trabalho do Pólo vai ter início com o Curso Técnico em Agronegócio, cujo objetivo é de ampliar e facilitar o acesso da população rural ao ensino de nível médio. Como a maior parte das aulas (80%) é realizada na modalidade à distância, o curso permite que o aluno possa participar em sua integralidade, mesmo que more numa fazenda.

Apoio

De acordo com os gestores do sistema Faema/Senar o apoio indispensável para a implantação do pólo na cidade está sendo oferecido pela Prefeita Belezinha através das secretarias municipais de Infraestrutura, Indústria e Comércio, e Agricultura, por meio de ações operacionais concentradas e intensivas, que resultarão em curto prazo na inauguração do pólo no próximo dia 22/08.

“O curso tem duração de dois anos, sendo 80% à distância e 20 % presencial. Como as aulas presenciais necessitam de estrutura operacional para abrigar todos os participantes (os 30 alunos), a prefeitura está viabilizando essa parte. Em Chapadinha sempre tivemos apoio da prefeita em relação a outros programas do Senar, então já sabíamos, antecipadamente, da receptividade para nossa proposta, visto que a gestora municipal sempre investe em conhecimento, principalmente para o pessoal do setor rural”, acrescentou Coelho.

Para o gestor do Senar, Luiz Figueiredo, o apoio  do poder público municipal para o desenvolvimento deste trabalho é fundamental. “A participação da prefeitura faz com que o trabalho flua com desenvoltura”, disse o superintendente elogiando a iniciativa e o apoio da prefeita.

“É um programa que vem fortalecer nossa agricultura. Estamos aqui de portas abertas para apoiar todas as parcerias, capacitar nossos produtores e aumentar nossa produção. Que venha a rede e-Tec,  o programa Campo na Classe Média e outros, para que possamos produzir cada vez mais” finalizou ela.