Menu fechado

Senar e Banco do Brasil celebram convênio para apoiar produtores rurais

Print Friendly, PDF & Email

 

 

Equipe do sistema Faema/Senar e Banco do Brasil após assinatura de convênio.
Equipe do sistema Faema/Senar e Banco do Brasil após assinatura de convênio.

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e a superintendência estadual do Banco do Brasil (BB), acabam de firmar convênio que tem por finalidade conjugar a assistência técnica em nível de imóvel ou empresa com o crédito rural, por meio de  programas como: ABC Cerrado, ‘Mais Produção’ do Governo do Estado, e outros, que encontra-se em desenvolvimento,  cuja parceria  com o Senar, se propõe ao atendimento as diversas regiões produtoras  maranhenses.

Luiz Figueiredo (Senar), no momento da assinatura.
Luiz Figueiredo (Senar), no momento da assinatura.

O acordo visa a prestação de assistência técnica  a produtores rurais com elaboração de plano, projetos e orientação técnica e gerencial e prevê  atenção a um grupo de  até vinte e cinco produtores que apresentem determinadas características em comum, como tamanho médio de suas explorações, mesma cadeia produtiva, padrões de produção e níveis de tecnologia e renda.

A iniciativa de atender aos produtores partiu do Senar que percebeu a necessidade de aliar à assistência técnica ao  financiamento de custeio rural.  De acordo com equipe técnica do Senar, a parceria entre as duas entidades se fortalece a partir deste novo momento, uma vez que 2 mil produtores receberão assistência técnica e buscarão por meio das linhas de crédito do Plano Safra, condições para impulsionar o seu negócio.

Assinatura

Ingo Kobarg Júnior, (BB) assina na presença de assessores.
Ingo Kobarg Júnior, (BB) assina na presença de assessores.

A assinatura dos documentos ocorreu na sede do Senar, por meio dos Superintendentes, Luiz Figueirêdo (Senar) e Ingo Kobarg Júnior, (Banco do Brasil) –  na presença do presidente da Faema, Raimundo Coelho, do superintendente da Faema, José Hilton Coelho, do gerente de Assistência Técnica e Gerencial, (ATeG), Epitácio Rocha e do assessor jurídico, Emerson Macêdo. Também participaram os  assessores  em Agronegócios do BB no Maranhão, Vinícius  Silveira e  Matheus Santana.

Luiz Figueiredo defendeu, na oportunidade, a parceria como  grande trunfo para  criar oportunidades ao produtor rural. Para ele, o   crédito  do BB  será um dos  instrumentos alavancadores  do setor rural, uma vez que permitirá ao produtor investir de forma planejada nas suas atividades.

“Esse trabalho que estamos fazendo vai possibilitar ao produtor, aliar o crédito às suas atividades rurais, tornando-se com isso, um diferencial. Nós precisamos estreitar esse laço com o BB para que as ações de ATeG tenham o sucesso que estamos buscando. As cinco cadeias produtivas que estamos trabalhando no programa ‘Mais Produção’,  leite, carne, hortifruticultura, piscicultura e arroz, precisam deste instrumento do crédito rural e com isso, juntamos  o interesse do banco, do Senar, do produtor e do Governo do Estado”, destacou Figueiredo.

Epitácio Rocha revelou que a parceria com os órgãos financiadores de crédito rural estava nos planos de desenvolvimento dos programas ABC Cerrado e ‘Mais Produção’.  Para ele, O BB vem somar com o que está em execução pelo Senar.

“O Senar atualmente é uma empresa credenciada do BB como elaboradora de projetos e o acesso do produtor ao financiamento se dará por meio da equipe técnica que acompanhará todo o processo e que servirá de elo entre o produtor rural e o banco”, disse Epitácio.

O superintende estadual do BB, Ingo Kobarg Júnior ressalta a importância da parceria para o estado e destaca o contentamento em trabalhar lado a lado com o Senar.