Menu fechado

Raimundo Coelho recebe título de Cidadão Ludovicense

Print Friendly, PDF & Email
Raimundo Coelho e Ivaldo Rodrigues na entrega do Título.

O presidente do sistema Faema/Senar e do Sebrae Maranhão, Raimundo Coelho de Sousa, recebeu nesta quarta-feira, (16), na sede da Câmara Municipal de São Luís, o título de Cidadão Ludovicense.

Na solenidade, participaram vereadores, o secretário da Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento (Semapa), Emerson Macêdo, que representou o prefeito Edvaldo Holanda,  o presidente da Federação da Industria do Estado do Maranhão (Fiema), Edilson Baldez, o superintendente do Senar, Luiz Figueiredo e equipe.

Exibindo o titulo com Ivaldo Rodrigues, Emerson Macêdo e Cristiano Fernandes.

Ainda prestigiaram o evento, José Cursinho Raposo (Sec. Municipal de Planejamento) Cristiano Fernandes (ACM), Raimundo Gaspar (Conselheiro Sebrae),  Fábio Henrique, Presidente da Associação dos Jovens Empresários (AJE-MA), os diretores do Sebrae Maranhão, Mauro Gurgel e Raquel Jordão, o vereador de Fortuna (MA), Vitor Meirelles e convidados.

Com convidados de Fortuna, município onde nasceu.

Setor agropecuário

A honraria foi uma proposição do vereador Ivaldo Rodrigues (PDT), em função dos serviços prestados pelo homenageado, à capital maranhense, no setor agropecuário por meio das ações do Senar, e  como presidente do Conselho  Deliberativo do Sebrae (CDS).

Com equipe da Comunicação do Senar.

“É uma homenagem justa, e eu estou muito feliz em poder ser instrumento deste ato, que na verdade é da Câmara. Ela outorga esses títulos para pessoas que têm serviços prestados de forma relevante na cidade. E Raimundo é um desses homens, que tem feito muito por São Luís”, disse Ivaldo.

Raimundo Coelho, a filha Larissa e Emerson Macêdo.

“Agradeço a todos em especial o  vereador Osmar Filho e o vereador Ivaldo Rodrigues, autor desta proposição que tanta

alegria me trouxe neste final de 2020, um ano tão desafiador e tão difícil para todos nós. Para mim, é uma honra receber o título de Cidadão de São Luís”, disse Coelho, destacando a sua trajetória na capital, depois de chegar de Fortuna, cidade onde nasceu.

Diretores do Sebrae, Mauro Gurgel e Raquel Jordão

“Aqui encontrei a minha formação em agronomia pela Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) e a possibilidade de realizar inúmeros sonhos profissionais. Aqui estreitei relacionamentos que me levaram a militar de maneira mais efetiva no setor produtivo – que sempre foi uma das grandes paixões que moveram a minha vida e a movem até hoje”, destacou o presidente do Senar.

Coelho falou da  contribuição direta da Faema e do Senar para o fortalecimento da produção rural de São Luís, levando capacitações, conhecimento e tecnologia ao pequeno e médio produtor, possibilitando maior abastecimento às feiras e mercados da capital e a consequente melhoria da qualidade de vida dos ludovicenses.

Destacou ainda, a Formação Profissional Rural ofertada a 196 cursos na área agrícola, 146 na área de criação de animais e 443 cursos na promoção social, favorecendo, ao todo, mais de 11.600 pessoas.

Lembrou do avanço considerável no setor produtivo rural, quando da implantação da  Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) na capital, atendendo desde 2016, cerca de 350 propriedades na cadeia produtiva de hortifruticultura, inserida no programa Mais Produção, desenvolvido em parceria com o Governo do Estado; Retorno Certo; Agronordeste “Senar” e Agronordeste “Sebrae”.

Com equipe do Sebrae Maranhão.

“Um  número cada vez mais crescente de trabalhadores e produtores rurais de São Luís, tem sido atendido pelas ações e programas do sistema Faema/Senar. E isso nos deixa contentes em poder contribuir para o avanço da produção  rural na capital do nosso Estado”, frisou ele, durante o evento.