Menu fechado

Ações de saúde do Senar chegam à comunidades de Fortuna.

Print Friendly, PDF & Email

Moradores das comunidades, Varjão e do Centro do Anajá, localizados no município de Fortuna receberam  esta semana, atendimento nas diversas áreas da saúde por meio dos programas Saúde da Mulher e Saúde do Homem,  voltados aos produtores rurais com a realização de exames preventivos –colo do útero ou Papanicolau, e de PSA – (Antígeno Prostático Específico), relativo à próstata.

Na oportunidade também foram levados a estas comunidades, testes rápidos de glicemia, HIV, sífilis e hepatite virais. Também foram realizadas vacinações  para adulto e crianças,  aferição de pressão, aplicação de flúor com orientação quanto à escovação e serviços de embelezamento  com entrega de kits de higiene para ambos o sexos. Palestras também foram ministradas na oportunidade com dicas sobre  mudança de hábitos  epara o alcance da saúde perfeita.

As ações de Saúde realizadas pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), contou com a parceria da prefeitura, responsável pela mobilização dos participantes que receberam atenção especial da equipe multiprofissional que em dois dias  consecutivos atendeu cerca de  duzentas e dez, (210) pessoas.

A Assessora Técnica do Departamento de Educação Profissional e Promoção Social do Senar Brasil, Leilane Lopes Ribeiro Oliveira acompanhou o desenvolvimento das ações de saúde empreendidas nestas localidades e disse que os Programas estão atendendo às necessidades do homem do campo nas áreas da saúde.

“É de uma importância muito grande estas iniciativas e estão tomando o rumo que o Senar pretendia que era levar estas atividades ao setor rural com a prevenção do colo do útero e o câncer de próstata e com eles, seguem agregados exames importantes, vacinações e outros”, destacou ela.

Já o superintendente Luiz Figueiredo os programas da área social são muito importantes para a entidade porque   complementam o trabalho da área de produção. “Sabemos que  o setor rural é muito  carente desse tipo de atendimento, então com o apoio de parceiros, a abrangência se torna mais ampla e os objetivos da instituição são alcançados”, disse, satisfeito com o resultado.

De acordo com a gerente de Promoção Social do Senar, Yolanda Gomes, as pessoas estão à procura de ações que atendam às suas necessidades mais urgentes. “Como é difícil para eles ter acesso à sede, estando aqui é bem mais fácil detectar o problema de cada um. O objetivo maior desta caravana é facilitar ao acesso dos moradores rurais aos serviços mais urgentes de saúde”, disse ela se referindo à praticidade e ao atendimento do Senar e da prefeitura.

A secretária de Saúde de Fortuna, Aritana Coelho de Oliveira disse ser esta a quarta  vez, somente este ano, que os Programas são desenvolvidos no município, sempre com a parceria do Senar. Os dois primeiros mutirões foram realizados na sede com um alcance satisfatório tendo em vista ter sido oferecido os mesmos atendimentos de saúde.

“A procura é sempre muito grande e a credibilidade do Senar é que chama a atenção das pessoas para participarem”, ressaltou a titular da Saúde no município.

Raimunda Divina da Silva tem 60 anos  que a atividade deve acontecer sempre, porque o fato de morar longe dificulta a sua ida constante em busca de atendimento médico na sede do município.

“Vim fazer todos os exames. É uma excelente ideia trazer até nós estes profissionais de uma só vez. Esperamos que aconteça mais vezes”, disse a produtora rural.

 

BOX

Somente no primeiro semestre deste ano o Senar, com apoio de parceiros realizou nove, (09) mutirões em seis municípios maranhenses, (Fortuna, Colinas, Cantanhede, Mirador, Urbano Santos e Buriti Bravo) – compreendendo diversas ações de saúde, resultando em  um total de 1.064 pessoas atendidas e prontamente diagnosticadas e encaminhadas em caso positivo, para tratamento.

O foco principal deste tipo de atendimento ao homem e mulher rural é detectar por meio do exame preventivo cânceres comuns como de colo de útero e de próstata ou pênis, que ocorrem de forma silenciosa, matando anualmente milhares de pessoas. Outro objetivo é também levar aos moradores das comunidades distantes da sede, exames básicos de saúde que ajudam na prevenção de doenças como diabetes, Aids, DST’s e hepatites.