Previous slide
Next slide
Previous slide
Next slide

Senar aponta tendências em tecnologia e inovação para incrementar educação rural

Fabíola Bontempo discorre sobre as tecnologias do FPR.

Encontro Estadual de instrutores credenciados teve a participação de palestrantes especialistas em novas tecnologias, comunicação e educação rural que apontaram tendências e novas habilidades e competências essenciais no mercado agro.

A sintonia entre a tecnologia e o agronegócio é evidente. O desenvolvimento tecnológico trouxe mais eficácia e qualidade produtiva para o campo e impulsionou o seu papel como setor crucial na economia brasileira.

Com uma fatia de 23% do PIB brasileiro, segundo a Secretaria de Comércio Exterior (SECEX), vinculada ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, o segmento tem um papel crucial na economia do país, o que reforça a necessidade de utilização de inúmeras tecnologias tanto na criação de animais, quanto no manejo agrícola.

Raimundo Coelho destaca o sindicalismo como ponto forte do agronegócio maranhense.

E é neste cenário que o sistema CNA/Senar vem ganhando cada vez mais força, quando qualifica os seus instrutores credenciados para atender os produtores rurais nos treinamentos de Formação Profissional Rural (FPR), Promoção Social (PS) e Rede Etec (cursos técnicos).

Na última semana de janeiro, o Encontro de Instrutores 2024, realizado pelo sistema Faema/Senar, trouxe à tona, conteúdos de grande importância para o setor; uma forma de provocar os participantes e atualizá-los da necessidade de adentrar neste mundo crucial para o agronegócio brasileiro.

Durante dois dias, participou toda a rede credenciada para as soluções de Formação Profissional Rural (FPR), Promoção Social (PS) e Rede Etec. O Workshop contou com uma programação intensa de tendências, inovação, inspiração e motivação para atender melhor os produtores rurais.

Negócios no campo

Carlos Antônio de Sá na abertura do evento.

Houve muita informação com a participação de especialistas no assunto. Tony Ventura, pesquisador e palestrante internacional, foi o primeiro a impactar os mais de 100 participantes do seminário, mostrando as últimas novidades que podem alavancar os negócios do campo.

Outra que foi destaque, foi a Coordenadora Nacional de Formação Profissional Rural do Senar Nacional, Fabíola Bontempo que apresentou ferramentas cruciais para alavancar a produtividade no campo, utilizando ferramentas já disponíveis nas plataformas digitais desenvolvidas pela CNA.

Houve também palestra do presidente Raimundo Coelho, destacando o Novo Sindicalismo e as ações do Senar como política de fortalecimento do sistema do Agronegócio.

Publico do evento que reuniu dezenas de profissionais que prestam serviço à ATEG.

Questões técnicas e de supervisão foram pontuais no segundo dia do Encontro. Todo o corpo técnico do Senar que atende os instrutores de forma direta, participou dando dicas e fazendo correções sobre as atividades realizadas no dia a dia com o produtor rural.

Outro destaque do encontro foi a palestra “A força da Comunicação na transmissão de conhecimentos” com Vagner Garcia, palestrante especialista em oratória, que apresentou de forma lúdica a importância do domínio das habilidades de comunicação e conexão com o público para potencializar os resultados de aprendizagem.

“Trabalho com Comunicação e para mim é uma satisfação muito grande participar do Encontro de Instrutores. Nessa edição, trabalhamos as habilidades na comunicação, para que elas possam agregar mais e ter maior facilidade na transmissão de conhecimentos”, frisou Vagner Garcia.

Tony Ventura apresenta tecnologias de ponta para atender ao produtor rural.

O evento ainda alinhou com os credenciados temas internos a respeito da gestão da marca e reputação institucional, e diretrizes e metodologias de programas nacionais executados no estado.

O engenheiro de pesca e instrutor do curso de Piscicultura, Marcos Pedro Gonçalves, comentou sobre o aproveitamento do seminário. “Foi muito proveitoso, e certamente levaremos uma gama de informações importantes para aplicarmos junto ao produtor rural”, disse.

Já a instrutora Alessandra Alves, salienta que a proposta trouxe grande aprendizado aos educadores do Senar que vão ao campo. “Digo a todas as pessoas que vão assistir nossos cursos que aguardem, pois virão muitas novidades”, prometeu a engenheira agrônoma.