Notícias Senar amplia no Maranhão número de polos da Rede e-Tec com o curso técnico em Agronegócio.

A medida visa preparar maior número de profissionais para atuar no campo

Raimundo Coelho durante ato de abertura dos trabalhos em Chapadinha.

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) acaba de ampliar no Maranhão, o número de polos da rede e-Tec para ofertar o curso técnico em Agronegócio, favorecendo os municípios que possuem maior vocação para o agronegócio.

Os dois novos polos situados respectivamente em Açailândia e Caxias,  foram agraciados com vinte vagas cada, tendo sido inaugurados recentemente na presença de gestores do Senar, de representantes municipais e do sistema sindical rural.

Paralelo a estes, foram iniciadas as aulas também, nos polos já em atividades como: Balsas, Colinas,  Imperatriz, Pastos Bons, Barão de Grajaú e Chapadinha, totalizando 160 alunos matriculados em todo o Maranhão. Para o desenvolvimento do programa, o Senar conta com a parceria dos sindicatos rurais patronais e de algumas prefeituras municipais.

José Hilton Coelho de Sousa, na abertura do curso ao lado do presidente do Sindicato de Caxias, Benedito Moura, instrutora e alunos.

O curso técnico em Agronegócio  tem por objetivo formar profissionais habilitados na aplicação dos procedimentos de gestão e de comercialização do agronegócio, visando os diferentes segmentos e cadeias produtivas da agropecuária brasileira. Este é o primeiro curso técnico de nível médio na modalidade à distância, oferecida pelo Senar por meio de polos presenciais de

Luiz Figueirêdo e equipe do Senar inicia curso em Imperatriz.

apoio,  mediante parceria com as Administrações Regionais.

Campo

Implantado no início de 2015, o Curso Técnico em Agronegócio é fruto de uma parceria entre o Senar e o Ministério da Educação (MEC), para tornar o ensino formal de nível técnico mais acessível à população do campo.

Daniel Santos mora em Açailândia e é técnico em Segurança do Trabalho. Ele ficou  sabendo do curso por intermédio da divulgação  feita pelo Sindicato dos Produtores Rurais de Açailândia (Sinpra) e quis participar.

“Temos propriedade rural aqui em Açailândia, e a minha expectativa após terminar o curso é poder contribuir com a produção e comercialização de produtos agropecuários de forma responsável e sustentável. Isso certamente o curso vai me oferecer, além de muitas outras informações que servirão para a minha vida profissional e pessoal”, destacou Daniel.

O Superintendente do Senar Luiz Figueirêdo disse que os dois novos polos de Caxias e Açailândia irão permitir uma maior expansão da rede e-Tec no Estado.

“Essa iniciativa vai fortalecer ainda mais o preparo de mão de obra no meio rural, voltado para atender as empresas do agronegócio ou a estrutura do empreendedorismo rural”, disse, entusiasmado.