Programação do sistema Faema/Senar atrai dezenas de produtores rurais na 11ª ExpoAçailândia

O sistema Faema/Senar contribuiu diretamente para o sucesso da Expoaçailândia 2023, ocorrida recentemente no parque José Egídio Quintal Filho, tendo à frente como realizador o presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Açailândia (Sinpra), Paulo Lira.

Senar

Considerada uma das maiores feiras agrícolas da região Tocantina, a Feira atraiu participantes não apenas da região, mas de outros estados do país, em busca de soluções inovadoras para diferentes tipos de culturas e tamanhos de propriedades.

Realizada pelo Sindicato Rural com o apoio de entidades do setor do agronegócio, a exposição ofereceu aos produtores rurais, cursos nas diversas áreas da produção rural, envolvendo estudantes, produtores e empresários ligados ao setor que tem contribuído sobremaneira para o crescimento econômico da região.

 

“A gente está muito feliz porque a Expoaçâilandia superou as nossas expectativas, e o povo realmente tem acreditado no nosso trabalho. Isso reflete o valor que tem o homem do campo. Todo esse resultado só traz alegria”, destacou Lira.

Capacitação

O sistema Faema/Senar destacou-se por oferecer treinamentos, vitrines, consultorias, palestras e oficinas, resultando na capacitação direta de cerca de 80 pessoas. Na programação contou com os cursos de Operação e Manutenção de Tratores Agrícolas, Classificação de Grãos, Pilotagem de Drone, Equidiologia e NR 31.7 – Segurança no trabalho – aplicação de agrotóxicos, aditivos, coadjuvantes e produtos afins. Os alunos experimentaram a teoria e a prática na sede da empresa parceira enraíze responsável pela produção mudas de novo na grade do Senar, o curso de Equidilogia reuniu jovens da região, apaixonados pela cultura do cavalo e com garra para investir no campo, seguindo os passos de seus antecessores.

Este é o caso do estudante João Henrique Nascimento Ferreira, que já trabalha na fazenda com a família e viu no curso do Senar, a oportunidade de se capacitar para melhorar na lida com os animais.

“Vim aprender as melhores técnicas para tratar os cavalos. Tudo o que aprendi vai ajudar bastante com a criação que temos. Além de me beneficiar, vou poder agora ajudar outras pessoas que também necessitam”, disse ele.

Aula prática do curso de Equidiologia.

Conscientização

O meio ambiente foi um tema marcante nesta edição da feira.

O foco principal foi a conscientização de crianças. A iniciativa surgiu do sistema Faema/Senar em parceria com a Aged, que levou atividades lúdicas para que os pequenos pudessem aprender mais sobre o assunto e ajudar o planeta.

As oficinas de Transformação da Farinha de mandioca e Transformação da cana de açúcar (cachaça), foram as grandes atrações do estande institucional. Com as instrutoras capacitadas, os visitantes puderam entender todo o processo da utilização das matérias-primas para a produção da farinha, cachaça e seus derivados.

O presidente Raimundo Coelho participou de todas as ações promovidas pelo sistema Faema/Senar e também pelo Sindicato Rural dentro do parque. O ponto alto das atividades, foi o encerramento dos cursos promovidos no evento. Raimundo Coelho conduziu o evento que reuniu instrutores, alunos, gestor sindical e convidados.

“Estamos felizes em poder contribuir mais uma vez para a realização desta Exposição, trazendo cursos e mostrando aos produtores e trabalhadores rurais, o quanto é importante investir em tecnologia para aumentar a produtividade”, disse Coelho, satisfeito com o resultado do trabalho empreendido pelo sistema Faema/Senar.