Novos técnicos de campo ampliam prestação de assistência técnica e gerencial no MA

40 profissionais foram incorporados à equipe, ampliando a capacidade de atendimento para até 7.500 propriedades rurais beneficiadas em todo o estado.

Com as novas contratações o SENAR passa a contar com um contingente de quase 300 técnicos de campo, com capacidade para atenderem gratuitamente até 7.500 propriedades rurais em oito cadeias produtivas diferentes.

Elevar a produtividade das propriedades rurais possibilitando o acesso à tecnologias e manejos mais sustentáveis e desenvolver as habilidades de gestão dos negócios rurais são os principais resultados das ações de assistência técnica e gerencial (ATEG) que há dez anos vem sendo prestadas pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural no Maranhão – SENAR-MA. E a partir do último trimestre de 2023, o serviço, que é prestado gratuitamente a produtores rurais em oito cadeias produtivas, passa a contar com um contingente de 280 técnicos e 20 supervisores de campo em todas as regiões do estado.

“Com a contratação de 40 novos técnicos de campo chegamos a uma capacidade de atender 7.500 propriedades rurais com assistência técnica e gerencial em todo o estado. Assim criamos oportunidades para que o nosso produtor possa melhorar o padrão de renda, e possamos oferecer ao estado produtos diferenciados do agronegócio do Maranhão”, anunciou o superintendente do SENAR-MA, Luís Figueiredo.

Cada técnico de campo tem a missão de atender e acompanhar a evolução de 25 propriedades rurais que explorem a mesma cadeia produtiva. No Maranhão, são beneficiadas os produtores rurais que atuam nas cadeias de apicultura, olericultura, fruticultura, piscicultura, suinocultura, ovinocaprinocultura e bovinocultura de corte e de leite. Recém-formada em zootecnia pela Universidade Federal do Maranhão, Thaisa Sales Costa, comemorou a contratação para prestar assistência técnica e gerencial para os produtores rurais que atuam com bovinocultura de corte no município de Paraibano, no médio sertão maranhense. “Vejo essa oportunidade como um momento de aprendizagem, tanto pra mim, que vou desenvolver minhas habilidades técnicas e pessoais e impulsionar minha carreira, como para o produtor que vou ajudar a trilhar o caminho de sucesso”, acredita a técnica de campo.

O engenheiro agrônomo Emerson Moura foi um dos 40 técnicos de campo a assinarem contrato para iniciar a prestação de serviço de assistência técnica e gerencial a partir do último trimestre de 2023.

O engenheiro agrônomo Émerson Moura Fé, também credenciou sua empresa, a Campo Largo Soluções Agrárias, para assistir os produtores de gado de corte no município de Matões, na região leste do estado. “Estou muito animado para começar, porque sei que vai ser uma experiência profissional muito boa. Quero ajudar os produtores na melhoria da sua produção”, garante.

Depois de três anos trabalhando em Timon no desafio que Thaisa e Emerson estão começando agora, o engenheiro agrônomo Aurisergio Sodré, comemorou a promoção para supervisor de campo. Será responsável pela regional Bacabal, supervisionando 13 técnicos de campo que atuaram em várias cadeias produtivas nos municípios de Bacabal, Codó, Coroatá, Pirapemas e Cantanhede.

“Acompanhei 25 produtores rurais da cadeia produtiva da hortifruticultura e os vi evoluindo de uma agricultura de subsistência para uma visão empreendedora, de negócio; e isso me ajudou a conquistar um novo espaço profissional. Agora vou ajudar outros técnicos a realizarem esse trabalho”, contou o supervisor.

De acordo com o gerente de assistência técnica e gerencial do SENAR, Epitácio Rocha, os técnicos e supervisores de campo vão executar seu trabalho de acordo com a metodologia que receberam, e cumprirão as metas e demandas de programas desenvolvidos pela instituição no estado. “Os profissionais estão sendo treinados nas metodologias dos nossos quatro programas voltados para assistência e incentivo ao produtor, que são o Retorno Certo, Agronordeste, Agromaranhão e Paisagens Rurais, dentro das cadeias produtivas selecionadas pelos nossos sindicatos e parceiros do meio rural”, explica Rocha.

As contratações aconteceram por meio de seleção por edital de credenciamento. Podem se credenciar pessoas jurídicas especializadas na área rural. O edital, de fluxo contínuo, está disponível no site do SENAR, e a instituição divulga em seus canais de comunicação as novas oportunidades de contratação.