Jovens maranhenses se destacam como futuras lideranças do agro brasileiro

Nos últimos dez meses, um grupo de cerca de 20 jovens, de 10 cidades maranhenses, estiveram em busca de soluções para um futuro mais sustentável e duradouro para o setor produtivo do estado.

Jovens de 10 municípios maranhenses participaram do último encontro presencial do programa na sede da FAEMA, em São Luís.

Os jovens universitários ou graduados, de até 30 anos de idade, tiveram como principal desafio encontrar soluções que pudessem contribuir para inspirar e formar uma nova geração de sucessores que vão atuar na gestão das propriedades e negócios rurais, e na liderança de sindicatos que representam o setor.

“O Programa CNA Jovem está na quinta edição e tem formado uma nova geração de líderes do agro no Brasil. Aqui no Maranhão, iniciamos essa turma em novembro do ano passado, com atividades remotas e presenciais. Além dos três encontros estaduais, já cumpridos aqui no estado com a participação de 21 jovens, os líderes que mais se destacaram na metodologia vão representar o estado nos dois últimos encontros nacionais, que acontecerão em outubro e novembro, em Brasília (DF)”, explica a coordenadora estadual do programa no Maranhão, Yolanda Batista.

O Programa CNA Jovem, que possui uma intensa e inovadora metodologia de desenvolvimento de lideranças jovens, realizou módulos e encontros de formação em formato remoto e presencial. A iniciativa é da Confederação Nacional da Agricultura – CNA, que é executada localmente pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural no Maranhão – SENAR-MA. “É o maior programa de desenvolvimento de lideranças na área rural já realizado no país”, destaca a instrutora do programa, Janayna Santos, uma das facilitadoras do encontro estadual que foi realizado na sede da Federação da Agricultura do Estado do Maranhão (FAEMA), em São Luís.

Participaram jovens que residem, estudam e trabalham nos municípios de Chapadinha, Arame, Vargem Grande, Buritirana, Balsas, São Luís, Paço do Lumiar, Sítio Novo, Imperatriz e São Vicente de Férrer. Jovens como a técnica de campo do SENAR-MA, Analya Roberta, que conquistou o terceiro lugar na preferência dos colegas e no desempenho geral das atividades presenciais avaliadas pela equipe de facilitadoras, e saiu da capital com uma bolsa integral para um curso na área de gestão rural oferecido pela Faculdade CNA. “Até fevereiro deste ano estava um pouco perdida quanto ao meu futuro profissional, e vi no trabalho que realizo no Sindicato Rural de Buriti Bravo uma oportunidade de impactar positivamente na vida dos produtores rurais que me apoiaram e que acreditam em mim. É muito bom saber que o nosso trabalho é relevante e inspira outros jovens”, destacou a líder premiada.

Os jovens Eduardo Arouche, Bruno Araújo e Analya Roberta foram premiados com bolsas integrais para a Faculdade CNA por seu desempenho nas atividades presenciais do programa.

Além dela, foram premiados os jovens Bruno Araújo – 2º lugar – e Eduardo Arouche, que conquistou o primeiro lugar no encontro presencial estadual, e foi um dos selecionados pela CNA para representar o Maranhão nos encontros nacionais que encerrarão as atividades da quinta edição do programa. “Vejo esse prêmio e a seleção para o encontro nacional como resultados das minhas lutas diárias para seguir em frente na minha jornada profissional. Sou apaixonado pelo que faço, admiro o trabalho que a FAEMA e o SENAR desenvolvem no Maranhão, e tenho o propósito de trabalhar para transformar a vida das pessoas pela educação, e esse programa foi fundamental para fortalecer esse desejo”, acredita Eduardo Arouche, que vai se juntar aos jovens Izadora Maciel e Messias Abreu, e mais dezenas de outros de todos os estados brasileiros nos encontros nacionais do CNA Jovem.

[Conheça o perfil dos representantes do Maranhão nos próximos encontros nacionais do CNA Jovem]

“As atividades ainda vão continuar com a metodologia nacional, mas durante os encontros estaduais esses jovens tiveram a oportunidade de desenvolverem seus conhecimentos e habilidades em temas como inovação, iniciativa, busca e proposta de soluções, especialmente para diminuir o êxodo rural e melhorar a sucessão familiar nas propriedades rurais. E o melhor é que todas as soluções apresentadas foram propostas pelos próprios jovens. É muita liderança surgindo!”, comemora a instrutora local do programa, Luciana Maman.

Final de ciclo – A coordenadora estadual, Yolanda Batista, destaca que ainda na primeira quinzena de outubro, a CNA deve anunciar oficialmente os jovens líderes selecionados para os últimos encontros presenciais. “Já temos os três jovens selecionados, porém, ainda temos chance de ter mais participantes se destacando na metodologia e conquistando novas vagas para representar o estado”, explica.

A expectativa, segundo ela, é que um novo ciclo do programa seja anunciado ainda este ano, e que novas lideranças do agro maranhense possam ser desenvolvidas e preparadas para conduzir o setor nos próximos anos.

Quer saber mais sobre o Programa CNA Jovem? Acesse: https://www.cnabrasil.org.br/projetos-e-programas/cna-jovem.