Comitiva do sistema Faema/Senar participa de Missão Técnica no Vale do São Francisco

O sistema Faema/Senar participou esta semana da Missão Técnica ao Vale do São Francisco. O evento foi organizado pela Câmara de Comércio Brasil-Portugal e Governo do Estado do Maranhão, teve a participação da UEMA, Sebrae, Emap e do sistema Faema/Senar que levou uma comitiva formada pelo presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Fortuna, Sebastião Coelho de Sousa, Reginaldo Vieira, e o superintendente do Senar, Luiz Figueiredo.

Equipe do sistema Faema/Senar, em eventos de PÉ.

A missão aconteceu nos municípios pernambucanos de Petrolina e Lagoa Grande, e teve por objetivo obter informações técnicas para o projeto de exportação da fruticultura maranhense.

Atualmente, a região produz mais de 1 milhão de tonelada de frutas ao ano, volume expressivo e crescente que é exportado principalmente por meio do Porto de Suape, em Pernambuco e Aratu, na Bahia e que atualmente serve como referência para o todo o país, com o uso de tecnologia nos projetos de irrigação.

Durante a visita foi possível discutir com as autoridades  governamentais de ambos os municípios, as principais nuances sobre a implementação de políticas públicas na abrangência do perímetro irrigado do Vale do São Francisco  que pode servir de modelo para o governo maranhense, visando a elaboração e desenvolvimento de um programa específico de apoio à produção de frutas, tanto para o abastecimento do mercado interno,  quanto na geração de oportunidades para outros mercados alternativos externos.

Exploração frutícola

De acordo com Luiz Figueiredo, as ferramentas discutidas e trabalhadas durante a Missão Técnica através de reuniões e visitas presenciais, vão ser muito importantes para nos apoiar na realização do trabalho de preparo e programação da exploração frutícola do estado a ser desenvolvido pelo governo maranhense em parceria com a iniciativa privada.

Ainda segundo Figueiredo, o Senar juntamente com outras instituições do setor privado terá na execução do programa de Fruticultura Irrigada para o Estado do Maranhão papel importante e fundamental no direcionamento das ações de capacitação técnica, e de ATeG, de forma a apoiar a classe produtora rural na execução desse programa, harmonizando os interesses do setor público e do privado, para que os objetivos perseguidos pelo programa se concretizem com os bons resultados.

“O trabalho da missão técnica promovido pelo Governo do Estado e Câmara de Comércio Brasil-Portugal, foi coroado de êxito, pois além de presenciar a realidade vivida em Petrolina e Lagoa Grande e tomá-la como base para a elaboração de um programa de Fruticultura para o Estado, pode ainda evitar tropeços com base nas ações observadas, que nessa modalidade de atividade produtiva é muito comum e às vezes até cíclicas”, ressaltou o gestor do Senar no Maranhão.

Comitiva maranhense no evento em Juazeiro.