Assistência Técnica e Gerencial do Senar alcança 3 milhões de atendimentos

Brasília – A Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) alcançou, em junho, a marca de 3 milhões de visitas realizadas gratuitamente para levar conhecimento personalizado aos produtores de alimentos de todas as regiões do país.

Por meio desta metodologia inovadora do Senar, produtores rurais conseguem aumentar a produtividade, a renda, e melhorar a qualidade de vida de seus familiares e trabalhadores no campo.
Desenvolvida em 2013, o acompanhamento técnico e gerencial está presente em 71,64% dos municípios do país. Os produtores são acompanhados mensalmente por um técnico de campo durante 24 meses, que é o tempo mínimo necessário para se ter uma avaliação da aplicação da metodologia. O Senar possui mais de 6 mil técnicos espalhados pelo Brasil.
Nesses 10 anos, já foram atendidas em torno de 243 mil famílias rurais, totalizando 972 mil pessoas beneficiadas em 31 atividades produtivas, como bovinocultura de leite e de corte, fruticultura, olericultura, ovinocaprinocultura, cafeicultura, apicultura, piscicultura, entre outras.

“A marca de 3 milhões de visitas técnicas reforça a relevância do Senar e mostra, na prática, como a ATeG faz toda a diferença para homens e mulheres no campo, além de contribuir não só para o setor agropecuário, mas para toda a sociedade brasileira”, afirmou o diretor-geral do Senar, Daniel Carrara.

O produtor de leite José Moreira de Oliveira, do município de Dionísio (MG), é um dos atendidos pela ATeG do Senar. Ele sempre foi apaixonado pela criação de animais e há três anos arrendou a propriedade com o objetivo de produzir leite, mas enfrentou uma série de desafios, principalmente para a produção de silagem, utilizada na alimentação dos animais, e também no planejamento das atividades.
O produtor passou a receber o acompanhamento técnico em janeiro deste ano e, de lá para cá, já foram cinco visitas técnicas. “As minhas expectativas com a produção mudaram com as visitas do técnico que me orientou na escolha dos animais”.
Já no mês de maio, o técnico de campo, Bruno Xavier, conta que os resultados estão aparecendo. “A base está sendo construída e perceber a gratidão do produtor com a Assistência nos mostra que estamos no caminho certo. ”
Os produtores rurais interessados em receber esse serviço podem entrar em contato com o Sindicato Rural de seu município ou com o Senar de seu Estado.