Menu fechado

Sistema CNA/Senar premia produtores que aumentaram renda e produtividade com Assistência Técnica e Gerencial

Print Friendly, PDF & Email
O presidente do Sistema CNA, João Martins (ao centro) e os produtores Gilvandira e Rafael 

O Sistema CNA/Senar entregou, na noite de terça (17), o “Prêmio CNA/Senar Assistência Técnica e Gerencial – Gestão e Resultado”, um reconhecimento aos produtores rurais que, por meio das ações do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, tiveram os melhores desempenhos de produção em suas propriedades.

Gilvandira da Silva Carneiro, da Bahia, e Rafael Bridi, de Santa Catarina, ganharam um carro como prêmio pelo ganho de eficiência na bovinocultura de leite com a Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) do Senar.

O presidente do Sistema CNA/Senar, João Martins
O presidente do Sistema CNA/Senar, João Martins

O presidente do Sistema CNA/Senar, João Martins, destacou que o prêmio criado neste ano é uma forma de valorização dos produtores rurais que se tornaram referência em ganhos produtivos, ambientais, sociais e sustentáveis com a implantação da assistência técnica e gerencial em suas propriedades.

“Queremos mostrar aos produtores rurais brasileiros que reconhecemos suas ações e continuaremos a oferecer todo suporte e orientação para que continuem fazendo a diferença na agropecuária do país”, afirmou João Martins.

A premiação dos produtores foi feita na mesma cerimônia em que também foi entregue o Prêmio CNA Agro Brasil, na sede da Confederação, e contou a presença de diretores do Sistema CNA/Senar, presidentes de Federações, ministros, políticos, pesquisadores e integrantes de entidades do agro.

No evento, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, destacou a importância da Assistência Técnica e Gerencial do Senar para o aumento da produtividade e, principalmente, na geração de renda das famílias rurais.

Em cinco anos de atuação, a ATeG atendeu mais de 116 mil produtores em um modelo inovador de produção focado na gestão rural e na melhoria da qualidade de vida das pessoas do campo.

O diretor-geral do Senar, Daniel Carrara
O diretor-geral do Senar, Daniel Carrara

O diretor-geral da instituição, Daniel Carrara, ressaltou que a premiação é o coroamento do trabalho conjunto entre produtores rurais e o Sistema CNA/Senar. “O prêmio demonstra que, além de resultados econômico-financeiros, também premiamos as experiências que apresentam as melhores estratégias de transferência para aumento de produtividade e geração de renda”.

A comissão julgadora avaliou casos de sucesso de acordo com o engajamento do produtor rural com o Sistema CNA/Senar, promoção da sucessão familiar, desenvolvimento profissional do produtor e colaboradores, inovação e sustentabilidade, adequação ambiental da propriedade rural, adoção de boas práticas agropecuárias, tecnologia de produção e melhoria na qualidade de vida.

Vencedores – Gilvandira da Silva Carneiro é produtora de leite no município de Pé de Serra, na Bahia. No período de atendimento do Senar a propriedade triplicou a produção, saltando de 110 para 450 litros por dia com 19 vacas em lactação.

A produtora Gilvandira Carneiro  ganhou um carro zero km
A produtora Gilvandira Carneiro ganhou um carro zero km

O aumento da produtividade foi de 23%. A margem bruta subiu 35% e as despesas foram reduzidas em 18%. O investimento no melhoramento genético dos animais por meio da Fertilização In Vitro (FIV) foi uma das adequações tecnológicas oferecidas pelo Senar.

“Fez uma diferença enorme. Antes a gente trabalhava e não via o resultado. Agora, temos a honra de dizer que nossa propriedade está produzindo bem. Geramos renda e até conseguimos pagar a faculdade da nossa filha. Esse carro vai nos ajudar muito nas atividades porque até então a gente utilizava um triciclo”, disse Gilvandira.

A Família Bridi, do município de Joaçaba, em Santa Catarina, também foi premiada. Durante o período de execução da ATeG, a produção de leite aumentou 46% e o custo total foi reduzido em 19%. A receita anual total teve crescimento de 48%.

O produtor de leite, Rafael Bridi, representou a família Bridi na cerimônia de premiação
O produtor de leite, Rafael Bridi, representou a família Bridi na cerimônia de premiação

“Estou bastante emocionado porque a ATeG melhorou muito a nossa propriedade e vai melhorar ainda mais. Esse carro vai nos ajudar no dia a dia e agregar mais valor à nossa atividade”, disse Rafael Bridi, que representou a família na cerimônia.

Os dois produtores foram escolhidos entre 16 finalistas de oito administrações regionais do Senar (BA, GO, ES, MT, MA, MG, SC e SE), que relataram experiências inovadoras e o ganho de eficiência em suas atividades.

Os outros produtores rurais finalistas que também obtiveram bons resultados também receberam certificado e um smartfone:

– Wilson Luiz Kauling – Fazenda Araucária (SC);

– Manoel Messias de Campos Lima – Fazenda São José (SE);

– Eduardo Santos Costa – Fazenda Aribé (SE);

– Ildo Vicente de Souza – Sítio São Judas Tadeu (MT);

– Nivaldo Guilherme dos Santos – Sítio Primavera (MT);

– Andrea Marinho Falcão – Lote 934 (MS);

– José Ivo de Souza- Estância São José (MS);

– Vanderlúcio Lázaro Ferreira – Fazenda Posses (MG);

– Gilerson de Jesus Silvestre – Sítio Pinheiro Silvestre (MG);

– Geraldo dos Santos Borges – Fazenda São José (GO);

– Geovane Silva Melo – Fazenda Alegria do Rio dos Bois (GO);

– Letícia Sassai Altoé- Fazenda Bela Morena (ES);

– Geraldo Lamberti – Sítio Boa Sorte (ES);

– Genivaldo Domingues Sales – Fazenda Senhor do Bonfim (BA).