Menu fechado

Senar/MA discute ações com os gestores nacionais do Pronatec

Print Friendly, PDF & Email

No encontro em São Paulo, representantes do órgão no Maranhão divulgaram as atividades realizadas na primeira fase do Programa Nacional de Acesso.

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) reuniu os gestores e técnicos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) para debater a primeira fase – de 2011 a 2014 – e apresentar às 25 regionais participantes a estratégia do Ministério da Educação para a segunda fase, de 2015 a 2018, lançada em junho pelo Governo Federal.

O Senar/MA teve uma participação destacada durante os três dias do evento, com a presença dos gestores Carlos Antônio Feitosa e João Coimbra Neto. “No período que se encerra, o Senar do Maranhão capacitou mais de 5 mil pequenos produtores e trabalhadores rurais, em mais de 80 municípios, com cursos nas áreas de piscicultura, horticultura, mandiocultura, pecuária de leite, avicultura e outros”, informou Feitosa.
Para a coordenadora nacional do programa no Senar, Janei Cristina Resende, o encontro nacional, que ocorreu de quarta (22) a sexta-feira (24) da semana passada, foi de fundamental importância para alinhar o entendimento, sincronizar as informações e preparar a instituição para a próxima etapa. “A intenção é ampliar a participação do Senar no conjunto de ações do Pronatec,” informou. O processo de pactuação de vagas do MEC para 2015 está previsto para o mês de novembro.

Este ano, o Pronatec do Senar já atendeu mais de 40 mil alunos em cursos com carga horária mínima de 160 horas e com a expansão dos projetos na área de assistência técnica e extensão rural o órgão ampliou o portfólio do programa com mais um curso, o de assistente de Planejamento e Controle de Produção. A capacitação foi solicitada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), novo demandante do Pronatec.

“O Programa de Assistência Técnica e Gerencial com Meritocracia foi criado pelo Sistema CNA/Senar buscando sanar uma lacuna existente no Brasil no que diz respeito à prestação de serviços de consultoria e difusão de conhecimentos ao produtor rural”, afirmou a coordenadora de Capacitação em Assistência Técnica, Janete Lacerda.

Além da carga horária voltada para atividades práticas em campo, o Pronatec do Senar tem um diferencial, o módulo Empreender no Campo, que dá aos estudantes noções de empreendedorismo e gestão da propriedade. De 2012 até o momento, mais de 90 mil jovens foram capacitados pelo Pronatec do Senar, em parceria com ministérios e secretarias estaduais de educação.