Menu fechado

Senar qualifica técnicos de campo na metodologia de ATEG

Print Friendly, PDF & Email
Secretário Márcio Honaiser prestigia turma no encerramento

Vinte e nove  técnicos de campo acabam de ser capacitados  com a metodologia de Assistência Técnica e Gerencial (ATEG), do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) para atuarem  nos programas desenvolvidos pela instituição.

Os  profissionais foram qualificados, (engenheiros agrônomos e  de pesca, zootecnistas, técnicos agrícolas e médicos veterinários),  comporão o cadastro de reserva  do Senar, enquanto outros  darão continuidade ao trabalho já desenvolvido nas diversas regiões por meio do programa Mais Produção do Governo do Estado em parceria com o Senar, em   atendimento a 1.550 propriedades nas cadeias de carne e couro, piscicultura, hortifrúti, leite  e arroz.

Profissionais são treinados para   trabalharem nos programas do Senar.

Durante dez dias, os participantes receberam orientação quanto  à metodologia de assistência e gerencial do Senar, aprendendo técnicas de interação com o produtor rural, métodos para calcular os custos da atividade produtiva e a viabilidade econômica das propriedades rurais. Também no cronograma, houve a inserção de uma visita a campo, numa área de piscicultura,  em São José de Ribamar,  na propriedade do produtor rural,  Valmir  Modesto Silva.

Instrutor do Senar, em sala de aula, no Senar/MA

Encerramento
O Secretário de Agricultura, Pecuária e Pesca do Estado do Maranhão (Sagrima), Márcio Honaiser participou do encerramento do curso e disse que  além dos investimentos realizados, dos equipamentos e insumos entregues a diversos municípios, o trabalho de assistência técnica e gerencial é um dos que acredita  que dará maior resultado nas cadeias produtivas do Programa Mais Produção.

“O  técnico leva não só o conhecimento do manejo, mas a visão da gestão e o incentivo para que o produtor continue se dedicando a essa atividade fundamental que é a agropecuária”, destacou ele na presença do superintendente estadual do Senar, Luiz Figueiredo e do presidente da Federação de Agricultura e Pecuária do Estado do Maranhão (Faema), Raimundo Coelho, do gerente  de ATEG, Epitácio Rocha e do instrutor da metodologia do Senar, Diego Abner.

“O  curso do ATeG foi bastante proveitoso e enriquecedor e importante para estarmos preparados para o mercado de trabalho. A iniciativa do Senar,  sem dúvida nenhuma, melhorou a minha  visão sobre gestão na agropecuária”, disse a engenheira Agrônoma, de Balsas, Any Izabela Silva Krasucki.