Menu fechado

Senar promove ação social  para mulheres rurais de Vitorino Freire

Print Friendly, PDF & Email

 

A coordenadora de FPR e PS do Senar, Yolanda Gomes, abre o evento em Vitorino Freire na presença de centenas de mulheres rurais, presidentes de sindicatos e outras autoridades.
A coordenadora de FPR e PS do Senar, Yolanda Gomes, abre o evento em Vitorino Freire na presença de centenas de mulheres rurais, presidentes de sindicatos e outras autoridades.

Em parceria com a prefeitura local e o sindicato dos produtores rurais, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, (Senar), realizou esta semana  ação social incluindo diversos atendimentos ao público feminino do município de Vitorino Freire, que fica acerca de 222 quilômetros de  São Luís.

Mulheres rurais recebem tratamento de beleza após exame preventivo
Mulheres rurais recebem tratamento de beleza após exame preventivo

Nesta ação, o principal atendimento foi o de exame preventivo do útero, que vem acompanhado por outras importantes atividades como, corte de cabelo, limpeza de pele, palestra sobre a importância de realizar o exame e  consultas oftalmológicas. A iniciativa prevê além de cuidados de saúde, assegurar a autoestima das participantes do processo. Cada mulher atendida recebe um ‘kit beleza’, contendo  shampoo, condicionador, creme de pentear e sabonete. Uma forma de presentear a mulher por realizar o exame.

O mutirão que teve a participação de dezenas de mulheres, muitas das quais, moradoras distantes da sede,  faz parte do programa ‘Útero é Vida’,  que  tem como objetivo gerar a oportunidade de educação, prevenção e diagnóstico do câncer do colo do útero em mulheres rurais que vivem em comunidades carentes.

Bom Lugar
De acordo com a supervisora de FPR, (Formação Profissional Rural) e PS, (Promoção Social), do Senar, Yolanda Gomes, esta é a segunda ação do ano  promovida pelo Senar. A primeira ação desta natureza atendeu às mulheres do município de Bom Lugar. Outras dez deste tipo estão previstas para acontecer até o final do ano.

Yolanda diz que o programa ‘Útero é Vida’  está previsto para atender o público feminino dos municípios de Tuntun, Monção, Urbano Santos, Santo Amaro e Bacabal e todos os demais que ainda não participou do programa.

“Nestes quatro anos de existência do programa o Senar já atendeu ima média de 4 mil mulheres. Muitas delas apresentam resistência para realizar o exame. Algumas até com idade avançada, nunca se submeteram ao papanicolau, por preconceito, medo ou ainda pela não aprovação do marido”, revela a coordenadora do ‘Útero é Vida’, destacando a participação dos sindicatos dos produtores rurais e prefeituras no processo.