Menu fechado

Senar participa de Dia de Campo sobre Plano ABC no sul do estado

Print Friendly, PDF & Email

 

Técnicos do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, (Senar), participaram esta semana, no município de São Raimundo das Mangabeiras, do I Encontro de ILPF e do Plano ABC na região do Matopiba.

Técnicos participam  do Dia de Campo em São Raimundo das Mangabeiras.
Técnicos participam  do Dia de Campo em São Raimundo das Mangabeiras.

O Encontro ocorreu na fazenda Santa Luzia, do produtor Osvaldo Massao situada a 25 quilômetros da sede, e que atualmente funciona como referência para ambos os projetos. O objetivo deste Encontro foi essencialmente mostrar as tecnologias ILP, (Integração, Lavoura e Pecuária), e ILPF, (Integração, Lavoura, Pecuária e Floresta), aplicadas com sucesso, naquela área rural,

Participaram do evento, a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, (Embrapa), Meio Norte, Cocais, Floresta e Cerrados, representantes da prefeitura local, lideranças políticas, produtores rurais. Do  Senar, participaram a veterinária Aline Saldanha e o gerente de Assistência Técnica, (Ater) agrônomo, Epitácio Rocha, além dos supervisores do Mapito, Rozalino Aguiar Júnior e Edivaldo Franco Amorim.

O projeto Plano ABC, (Plano Setorial de Mitigação e de Adaptação às Mudanças Climáticas para a Consolidação de uma Economia de Baixa Emissão de Carbono na Agricultura), também participou de forma efetiva por meio de seu gestor  no estado, Luiz Coelho.

De acordo com técnicos e pesquisadores da Embrapa, a iniciativa serve para que outras instituições percebam  a importância de uma atividade caracterizada de baixa emissão de carbono, aliando sustentabilidade, produtividade e rentabilidade.

Ainda de acordo com os organizadores do evento, até o final deste ano, serão realizadas  no estado, dois seminários sobre o Plano ABC, cuja função é sensibilizar seus participantes sobre a importância deste programa para o estado.

”A nossa participação neste evento em São Raimundo das Mangabeiras foi importante uma vez que estreitou as relações entre as instituições parcerias na divulgação e promoção das práticas produtivas de baixa emissão de carbono, fundamentais  no contexto do agronegócio”, destacou a veterinária do Senar, Aline Saldanha.