Menu fechado

Senar movimenta a 47ª Exposição Agropecuária de Codó levando ações para o produtor rural

Print Friendly, PDF & Email

O parque de Exposições de Codó se transformou em um grande palco no período de 27 de julho a 04 de agosto, quando da realização da 47ª edição da Exposição Agropecuária de Codó, realizada pela Associação dos Criadores do Vale do Itapecuru (Acrivi), Prefeitura Municipal, Banco do Nordeste do Brasil (BNB) e o Governo do Estado (Emarph). Além desses promotores, também fecharam parceria com a ExpoCodó, empresários, comerciantes e outros parceiros do ramo.

Na realização da Expocodó 2019, a Acrivi contou com o trabalho efetivo além do seu presidente, Totonho Araújo, do secretário da Agricultura Municipal, Cícero Junior e da secretária do Sindicato Rural Raquel Gomes, que ficou à frente do I Cãocurso 2019 – que reuniu dezenas de cães codoenses. A 4ª Corrida e Caminhada sustentável na região dos Cocais, também foi realizada dentro da programação do evento.

Um dos principais parceiros do evento, o sistema Faema/Senar, levou para o local um conjunto de benefícios, voltados ao homem do campo. Em seu stand, o visitante pode conhecer as Oficinas de Beneficiamento da raiz de mandioca e da cana de açúcar. Ambas as minifábricas, foram conduzidas por instrutores do Senar que atenderam durante o período, àqueles que buscaram informações acerca da produção de aguardente e de farinha/fécula de mandioca, bem como se inserir no mundo do aprendizado promovido pelo Senar.

Além desses atrativos, o Senar levou os cursos: Produção de derivados do Leite, Operação de sistema de Irrigação por gotejamento e Transformação da mandioca. Todos esses cursos de curta duração foram responsáveis pela capacitação de cerca de 45 produtores rurais da região.

O presidente do sistema Faema/Senar e do Sebrae, Raimundo Coelho, prestigiou o evento logo no primeiro dia, quando ocorreu a cavalgada que reuniu um média de 100 cavaleiros. Em seguida, Coelho participou da solenidade de abertura juntamente com os organizadores e convidados.

Na ocasião, Coelho destacou a importância da Exposição para o município, para a região dos Cocais e também para o Estado. Ressaltou, também, a participação do Senar, levando capacitações, oficinas e informações pertinentes ao setor rural.

“A Expocodó/2019 tem se constituído num marco de transformações técnicas para o homem do campo codoense, melhorando sempre seu desempenho produtivo. E ainda, criando fomento para que certos conhecimentos passem a compor a receita diária de como produzir com mais eficiência e a um custo mais barato”, ressaltou ele ao final de sua visita.

De acordo com o tesoureiro da Acrivi, Yedo Barros, durante o período da Exposição circularam pelo espaço cerca de 35 mil pessoas. A Feira foi responsável por produzir um montante de negócios em torno de 300 mil reais por meio da aquisição de máquinas e implementos agrícolas, animais de médio e pequenos porte, artesanato, produtos da agricultura familiar, restaurantes, bebidas, dentre outros.

Produtor rural

Para Barros, o sistema Faema/Senar foi o grande responsável por movimentar a Exposição, uma vez que atraiu centenas de pessoas em seu stand, divulgando seu trabalho e atendendo ao produtor rural, peça-chave da ExpoCodó.

“O sistema Faema/Senar sempre foi um parceiro nosso nesse projeto. E ela flui de forma tranquila porque os objetivos são comuns – atender ao homem e mulher rural com capacitações e conhecimento. Por isso, não poderíamos deixar de tê-lo conosco em mais essa edição”, disse ele.

O superintendente estadual do Senar, Luiz Figueiredo participou da solenidade de encerramento do evento e da degustação dos itens produzidos a partir do leite (Derivados do Leite), assim como lideranças rurais, politicas, organizadores e convidados presentes.

Na ocasião ele destacou que, “é muito importante o Senar estar presente em mais essa edição da Expocodó, pois é em eventos como este, que o nosso produtor tem a oportunidade de obter novos conhecimentos que lhe faculte, posteriormente melhorar seus níveis de produção e renda”.