Notícias Senar encerra inscrições na próxima sexta-feira

Os candidatos podem se inscrever via endereço eletrônico e participar do processo seletivo

 

 

Formandos do polo de Colinas.

Serão encerradas na próxima sexta, (9),  as inscrições para o curso técnico de nível médio em Agronegócio realizado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), com modalidade à distância, (80% online e 20% presencial), com um total de carga horária de 1.230 horas e  duração total de 4 semestres.

Staff do Senar, durante formatura de alunos do curso de Agronegócio.

O curso é oferecido em parceria com os Ministérios da Educação (MEC) e da Agricultura e Pecuária e Abastecimento (Mapa), e possui três mil vagas que serão oferecidas pelo Senar, totalmente gratuito. As inscrições podem ser feitas  por meio do site http://etec.senar.org.br/ e o processo de seleção será feita via análise curricular. No ato da inscrição, o candidato deverá anexar o histórico escolar e indicar o polo de ensino para participar das aulas presenciais.

Cento e oitenta vagas (160) vagas,  serão oferecidas pelo Senar/MA, distribuídas nos municípios de Balsas (30), Chapadinha (30), Colinas (30), Imperatriz (30), Açailândia (20) e Caxias (20) – regiões consideradas de maior vocação para o agronegócio no estado.

Edilson Araújo, de Colinas durante solenidade de formatura.

A implantação do curso no Maranhão ocorreu desde 2015, nos municípios de Chapadinha, Colinas e Imperatriz tendo formado no final de 2017, quarenta profissionais para atuarem no agronegócio maranhense.

Técnico em Agronegócio

O curso Técnico em Agronegócio é reconhecido MEC e pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA). Tem carga horária de 1.230 horas, divididas em 80% à distância e 20% com aulas presenciais, no polo indicado pelo candidato aprovado.

Na opinião do Gerente de Formação Profissional do Senar e presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Colinas – Carlos Antônio Feitosa, a implantação e o desenvolvimento do curso técnico em Agronegócio  é um desafio, mas mesmo assim, sente-se feliz em participar diretamente do lançamento ao mercado, de novos profissionais que contribuirão no fortalecimento do agronegócio do estado.

“Quando iniciamos os trabalhos aqui em Colinas, não tínhamos estrutura e foi realmente um desafio, já que fomos pioneiros no estado, mas o que importa é que estamos deixando um legado em Colinas e nos demais polos”, disse ele.

Para o recém-formado Edilson Araújo, o Senar é uma entidade sólida que buscar melhorar e fomentar a economia  da população rural, preparando técnicos e dando oportunidades para todos.

“Estou feliz com mais essa conquista porque fui preparado para trabalhar na área de serviços e indústria. Quero destacar aqui a metodologia  do curso que é ampla, segura e muito boa que me preparou para o desenvolvimento rural”, ressaltou o produtor rural, agora  também, técnico em agronegócio