Menu fechado

Senar e Sagrima juntos  em ação a favor das mulheres rurais de Poção de Pedras

Print Friendly, PDF & Email

O programa  Saúde da Mulher  prevê atendimento a dezenas de produtoras rurais com exames de colo de útero

O presidente da Faema e o secretário-adjunto da Sagrima com equipe da prefeitura de Poção de Pedras.

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), em parceria com a Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Pesca – (Sagrima), e a prefeitura de Poção de Pedras, por intermédio da Secretaria de Educação, promove no próximo dia dezessete (17) de novembro,  no povoado Serra do Aristóteles, o Programa Saúde da Mulher.

A ação visa promover a saúde e difusão de boas práticas de higiene para a mulher que vive na zona rural e  contará com a realização de palestras educativas, exames de papanicolau, atividades recreativas e distribuição de kit´s com produtos cosméticos para as participantes.

A iniciativa é do secretário adjunto da Sagrima, Émerson Macêdo e da secretária de Educação do município,  Ângela Galvão, que demonstraram preocupação com a saúde da mulher rural poção-pedrense e apresentaram o pleito ao presidente do sistema Faema/Senar,  Raimundo Coelho que logo foi aprovado, durante encontro realizado essa semana. Na reunião participaram também a coordenadora de educação  e professora Lurdes Nascimento e a gestora de Promoção Social do Senar, Yolanda Batista.

De acordo com Émerson Macêdo é de grande satisfação vê o quanto tem dado certo a parceira entre o Senar e Governo do Estado que tem  possibilitado a otimização de recursos e esforços em prol do município.

“O Senar e a Sagrima tem atendido um grande número de produtores rurais. Ações fundamentais estão sendo implementadas em Poção de Pedras, com destaque para a assistência técnica e gerencial (ATeG) a quarenta produtores assistidos pelo programa Mais Produção do Governo do Estado (Sagrima), executado pelo Senar e ainda, pelo programa ABC Cerrado”, disse Macêdo, lembrando que outros benefícios já foram implementados e cita como exemplo, a distribuição de tanques de resfriamento e cursos de aproveitamento integral do leite, silagem na região Beira-Rio e entrega de patrulha mecanizada ao Sindicato dos Trabalhadores da Agricultura Familiar (Sintraf). Ele garante que alguns outros estão programados para acontecer nos próximos meses.