Menu fechado

Senar e grupo empresarial de Codó discute Plano de desenvolvimento rural

Print Friendly, PDF & Email
Luiz Figueiredo apresenta plano de produção ao empresário de Codó.
Luiz Figueiredo apresenta plano de produção ao empresário de Codó.

O superintendente do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, (Senar), Luiz Figueiredo reuniu-se esta semana com o empresário Francisco Carlos de Oliveira, proprietário do grupo, FC Oliveira,  em seu escritório em Codó, para apresentar projeto que se designa a desenvolver por meio de qualificação profissional e atividades agrícolas, a  comunidade Saco, localizada a cerca de 10 quilômetros da sede.

Acompanhado pelo presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Codó, Almir Sampaio, do secretário de Agricultura, José Cordeiro de Oliveira  e do presidente da Associação dos Criadores de Codó, Iêdo Barros, o superintendente discutiu a proposta que inicialmente atenderá 35 famílias.

Os pequenos produtores rurais, Marciano Cirilo Leite e Irene do Carmo Silva serão beneficiados com o Plano de Produção, fruto da parceria Senar e  grupo FC Oliveira.
Os pequenos produtores rurais, Marciano Cirilo Leite e Irene do Carmo Silva serão beneficiados com o Plano de Produção, fruto da parceria Senar e  grupo FC Oliveira.

Figueiredo explicou que o plano é voltado para o plantio de cucurbitáceas, ou seja, plantas rasteiras, bastante cultivadas na região, tais como: melancia, melão, pepino, abóbora e mandioca. Mas também, no local podem ser exploradas as plantações de  milho, quiabo, cheiro verde, alface, dentre outras, com possibilidade de abastecer a cidade de Codó, gerando excedente para cidades vizinhas.

Excedente

“O diretor do grupo FC Oliveira, visa um grande investimento na comunidade  com o financiamento  de 30 hectares iniciais, gerando receita suficiente para reembolsar o investimento inicial da empresa e o excedente para ser reaplicado, dando continuidade ao projeto”, disse o superintendente do Senar, destacando a receptividade  e a visão empreendedora e social do empresário.

Luiz Figueiredo, acompanhado por Almir Sampaio, Cordeiro de Oliveira e Iêdo Barros, em reunião na sede da FC Oliveira.

Francisco Oliveira  falou da importância da parceria com o Senar, no sentido de qualificar os pequenos produtores que serão incluídos no processo. Para ele, não basta apenas trazer a instituição  para capacitar a comunidade, é necessário,  no seu entendimento, o envolvimento da sociedade e em especial, do poder público por meio da prefeitura local.

“Estamos discutindo um investimento na área rural, onde queremos envolver a sociedade  e transformar a vida dessas famílias”, afirmou o empresário dizendo acreditar que a melhoria de vida ocorre onde há  educação e trabalho, peças-chave, segundo ele, para o fortalecimento  de um povo.

“Queremos incutir a ideia no povo dessa cidade essa perspectiva de sonhar, de crescer e de acreditar que aqui é possível, que a nossa região pode vir a ser  um celeiro de produção para abastecer a nós e a outros estados”, disse, entusiasmado.

O pequeno produtor Marciano Cirilo Leite morador da fazenda Santa Morena, terra adquirida pelo grupo FC Oliveira, revela que a área é bastante produtiva. Feliz, com a notícia da aplicação pelo grupo empresarial,  ele afirma que veio na hora certa.

“Só sei fazer isso. A minha vida inteira cultivei a terra  e é dela que tiro o meu sustento. Minha vida é no interior”, ressalta.