Menu fechado

Senar capacita jovens para empreender em negócios rurais

Print Friendly, PDF & Email
Entrega de certificados da turma do PER, em Chapadinha.

O sistema Faema/Senar reuniu esta semana no auditório do Sindicato dos Produtores Rurais de Chapadinha,17 jovens participantes do  Programa Empreendedor Rural (PER), para a apreciação dos projetos elaborados durante a realização do curso.

Esta foi mais uma ação de Formação Profissional Rural promovida pelo Senar em parceria com o Sindicato dos Produtores Rurais de Chapadinha e Prefeitura Municipal.

O PER, aborda e trabalha a gestão da propriedade rural e o empreendedorismo das pessoas no meio rural. Estimula o debate, a elaboração de projetos técnicos e a formação de lideranças. Ensina a elaborar projetos técnicos para investimentos em atividades agrossilvipastoris, de forma que os produtores rurais passem a melhor administrar suas propriedades com eficiência, com um tratamento diferenciado e aplicado em verdadeiras empresas rurais.

Durante o evento, que reuniu o superintendente do Senar, Luiz Figueiredo, a coordenadora de Programas Especiais, Yolanda Gomes e a coordenadora Pedagógica do Senar, Thaysa Correia, quatro equipes apresentaram seus projetos para investimentos nas cadeias produtivas da piscicultura, caprinocultura e avicultura, baseadas nas vocações produtivas da região.

Equipe premiada por melhor desempenho.

Planejamento estratégico

O curso, que tem duração de quatro meses, prepara os  alunos para apresentar na etapa final, um projeto completo, elaborado de forma a atender todas as especificações, incluindo diagnóstico ou inventário; planejamento estratégico; estudo de mercado; engenharia do projeto e avaliações. Os dados foram coletados a partir de visitas técnicas feitas às propriedades: Fazenda Água Branca, Rancho Bom Sossego, Fazenda Cavalgada e Balneário Recantos dos Bonitos. Todas elas, escolhidas de acordo com a estrutura apresentada.

Ao final das apresentações de cada projeto técnico, foi eleita a equipe com maior desenvoltura, sendo destacada aquela  que defendeu o projeto voltado para a caprinocultura, a qual foi premiada pelo Senar.

Superintendente Luiz Figueirêdo, em discurso no ato final do curso.

A instrutora Sônia Marques, ressaltou a exigência de um maior grau de conhecimento. “Por isso, são dezessete módulos, com  temas abrangentes, trabalhando as competências empreendedoras, com vistas a formar o participante em um administrador empreendedor de seu negócio”,  afirma ela.

Conforme também nos afirmou o Superintendente do Senar Luiz Figueirêdo: “O curso do PER, além de formar  elaboradores de projetos agropecuários, permite ainda o despertar para o empreendedorismo e a boa gestão das propriedades rurais. É de grande incentivo para trazer os jovens à sucessão da gestão no nosso meio rural”.

Na composição da banca julgadora, estava Luiz Figueiredo, que palestrou aos presentes, incentivando os jovens inscritos, a se capacitarem para atender às necessidades do mercado de trabalho interno e regional. Também julgaram os projetos, Yolanda e Thaysa Correia.

O presidente do Sindicato dos Produtores Rurais, Lourinaldo Tavares, e o vereador Alberto Carlos Pereira, este, representando a prefeita Maria Dulcilene Pontes Cordeiro (Belezinha), participaram da solenidade de encerramento do curso.  O final do seminário foi marcado pela entrega dos certificados, e uma lembrança simbólica do Sindicato após o encerramento das apresentações.

Presidente do Sindicato dos Produtores Rurais, Lourinaldo Tavares durante encerramento

“Eu achei que seria um curso distante da minha realidade, mas com o passar das aulas eu aprendi que tinha como trazer o empreendedorismo rural para dentro da nossa cidade. O programa me mostrou uma forma diferente de ver esse lado do empreendedorismo voltado para o espaço rural”, disse satisfeita, a  concludente, Bruna Brito.

Leocândida Rocha