Menu fechado

Senar capacita coordenadores do Projeto Paisagens Rurais

Print Friendly, PDF & Email

 O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) promove na quinta (31) e sexta (1) um treinamento para nivelar os coordenadores do projeto Paisagens Rurais.

“A proposta foi nivelar conceitos, expectativas e resultados do projeto a médio e longo prazos. Estamos nos preparando para o início da assistência técnica e esse nivelamento foi fundamental para a condução dos trabalhos nos estados e principalmente das atividades de campo”, destacou Bárbara Silva, coordenadora do Projeto no Senar.

O Paisagens Rurais vai levar assistência técnica e gerencial a quatro mil produtores rurais com foco na recuperação ambiental e produtiva do Bioma Cerrado. A ideia é promover a recuperação e conservação de Áreas de Preservação Permanente (APP) e Reserva Legal (RL) e a recuperação de pastagens degradadas a partir do manejo sustentável e da adoção de práticas de agricultura de baixa emissão de carbono.

Na primeira fase, 1400 propriedades serão atendidas contemplando 13 das 20 bacias hidrográficas prioritárias indicadas com foco no Paisagens Rurais. No Maranhão, uma dessas bacias engloba 10 municípios já atendidos pelo Senar com outros projetos.

“Esse nivelamento foi importante porque apesar de já termos experiência em projetos como o ABC Cerrado nessa região, por exemplo, precisávamos entender a estrutura do projeto para atender o produtor que vai participar da iniciativa”, afirmou o coordenador no Senar Maranhão, Epitácio Rocha.

O alinhamento no Senar teve a participação do Serviço Florestal Brasileiro e Ministério da Agricultura, coordenadores do projeto, além Embrapa, Agência Alemã de Cooperação Internacional (GIZ), Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e Banco Mundial, que são parceiros.

Lançado em abril deste ano, o Projeto Paisagens Rurais vem desenvolvendo ações para a estruturação, preparação e capacitação dos agentes envolvidos. As atividades de campo iniciam no 1° semestre de 2020 nos estados da Bahia, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Tocantins.