Menu fechado

Programa Mapito do Senar  revoluciona a produção de mel em Colinas

Print Friendly, PDF & Email
Equipe técnica do Senar presta assistência aos produtores rurais
Equipe técnica do Senar presta assistência aos produtores rurais

Produtores rurais do assentamento Pavio, no município de Colinas, tem se destacado na produção de mel desde que passou a ser atendido pelo programa de  Assistência Técnica e  Gerencial  com Meritocracia  do  Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, (Senar),  em andamento nos estados do Maranhão,(MA), Piauí (PI), e Tocantins, (TO).

Conhecido como Mapito, o programa desenvolvido  em parceria com o Sebrae Nacional, sindicato local e prefeitura, atende na comunidade Pavio dezoito famílias, que desde meados do ano passado, vem recebido  atendimento específico revolucionando a produção  rural. O Mapito tem a função de contratar e capacitar técnicos para atender produtores rurais. Em 20 municípios do médio sertão maranhense.

No total, mil produtores das regionais de Colinas, Presidente Dutra e Barão de Grajaú, são incluídos diretamente em quatro cadeias  produtivas: apicultura, piscicultura, gado de leite e integração lavoura pecuária, (IPL), por meio de capacitação e assistência técnica no campo.

Enxames

foto editada
Casa de extração de mel, no povoado Pavio, equipada para atender aos trabalhos dos produtores e técnicos.

Em Colinas, considerando a aptidão das famílias produtoras rurais, o Senar tem aplicado conhecimentos com cursos básicos sobre Manejo e captura de enxames, Divisão de enxames e extração de mel. A apicultura com abelhas nativas é o forte da região.

De acordo com os produtores atendidos a atividade é explorada no local pelo menos há dez anos, mas somente nos últimos quatro, com a atenção do  Senar,  os produtores  alavancaram suas atividades e atualmente contam com estrutura básica que se configura em forte investimento, responsável pelo incremento na renda mensal.

Para  gerente técnico do Senar que acompanha o programa nos municípios maranhenses, Carlos Antônio Feitosa de Sá, o sucesso deste tipo de empreendimento é resultado  de um trabalho sério, do Senar, dos sindicados e de parceiros, que  vem sendo desenvolvido com os produtores rurais.

“O programa Mapito consolida projetos de produção rural nessa região, com o incremento da assistência técnica – fator primordial para o desenvolvimento de regiões, antes esquecidas e que agora, apostam naquilo que há de mais forte, ” afirmou o gerente técnico.

“O nosso sonho é desenvolver a nossa produção através do mel”, disse Arlifran Gonçalves de Holanda, produtor rural que encabeça o movimento em Pavio. Holanda destaca a assistência prestada pelos técnicos do Senar no município e garante que muito em breve poderá fazer maior aproveitamento em sua produção, com a utilização da cera, matéria prima antes desprezada por falta de conhecimento na área.

Outro que se apaixonou pela atividade, foi o morador do povoado Cachimbo Cláudio Sousa Porto. Ele diz que iniciou sozinho com parcos recursos, mas agora, com a assistência da equipe do Senar, a sua produção aumentou. “Com os cursos do Senar, me senti mais seguro”, destacou revelando ter o seu produto maior aceitação no mercado local.