Menu fechado

Programa Jovem Aprendiz Rural do Senar atende jovens em empresas maranhenses

Print Friendly, PDF & Email

 

 

 Time de estudantes do programa Jovem Aprendiz Rural na sede da empresa parceira do Senar,  em São José de Ribamar.
Time de estudantes do programa Jovem Aprendiz Rural na sede da empresa parceira do Senar,  em São José de Ribamar.

Vinte jovens de 15 a 20 anos, moradores dos municípios de São José de Ribamar e Paço do Lumiar, maioria deles, filhos de empregados da empresa Santa Isabel Alimentos Ltda (Frango Americano), participam desde o final do ano passado do programa Jovem Aprendiz Rural, desenvolvido em parceria com empresas agrossivipastoril pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar).

O programa foi lançado pelo SENAR para atender as exigências do governo federal (Ministério do Trabalho e Emprego – MTE) no que tange à Lei nº 10, 000/2002 e consiste em preparar jovens para o mercado de trabalho em consonância com as necessidades das empresas que exploram atividades rurais, e os requisitos da legislação em vigor.

Neste caso, o empreendimento é voltado basicamente a adolescente ou jovem de 14 a 24 anos completos e incompletos, preferencialmente,  filho de família do trabalhador ou de produtor rural, que haja concluído ou esteja cursando regularmente o ensino fundamental ou médio, matriculado em curso de aprendizagem com vínculo empregatício caracterizado por contrato de aprendizagem, conforme previsto na legislação.

Metologia

O Senar, com este projeto, objetiva realizar a Formação Profissional Rural, (FPR), com metodologia de ensino voltada aos aprendizes, capacitando-os para o ingresso no mercado de trabalho. O curso técnico é destinado aos jovens que queiram ingressar em atividades agropastoris, com capacidade para atender a sua comunidade, ganhando um ofício e melhorando a renda de sua família.

Os participantes deste tipo de capacitação recebem aulas teóricas e práticas dentro das instalações da empresa, podendo, ao final do curso, aqueles que melhor se destacar serem contratados para exercer a função como empregado dentro do estabelecimento. Enquanto alunos, eles recebem meio salário mínimo que os mantêm em suas atividades.

Além da parceria com a empresa Santa Isabel Alimentos Ltda (Frango Americano), que oferece os cursos de Auxiliar Administrativo e de Trabalhador na Avicultura de Corte, o Senar mantém ainda parceria dentro do Programa Jovem Aprendiz com a Queiroz Galvão, empresa instalada no município de Açailândia, a cerca de 570 quilômetros de São Luís. Nesta, são oferecidos os cursos de Auxiliar Administrativo e de Trabalhador na Silvicultura, (exploração da cultura do eucalipto).

“O programa Jovem Aprendiz qualifica o adolescente e jovem para o mercado de trabalho, com foco na melhoria da qualidade de vida da família. Por isso, a importância desse público ser oriundo da atividade rural”, disse o superintendente do Senar, Luiz Figueiredo, ao visitar a turma na empresa Frango Americano, em Ribamar.

Profissão

Figueiredo incentivou aos presentes. Falou da importância de uma profissão em dias atuais e elogiou a equipe de professores e também a representatividade da empresa que acolhe e oportuniza esse tipo de projeto.

Para a assistente social da empresa Frango Americano, Miriam de Jesus Pimentel, é um orgulho ter parceiros com instituições sérias e competentes como Senar. “Sinto orgulho em ter o Senar por perto”; ressaltou, destacando a qualidade e seriedade da entidade, o bom comportamento, e também o comprometimento dos alunos.

Rodrigo Ribeiro Leite, 20 anos, morador do município de Paço do Lumiar, (Maiobão) e aluno do curso de Trabalhador na Avicultura de Corte (Frango Americano),  testificou o que disse a assistente social, ao garantir que a aprendizagem rural via Senar é excelente, haja vista  haver excelentes instrutores, com informações claras e precisas.

“Excelente oportunidade para aprender e me capacitar. Tenho certeza que ao término do curso, estaremos prontos para o mercado de trabalho. Vai valer à pena”, disse o jovem.