Menu fechado

Produtores de Axixá são certificados  pelo Senar no aniversário da cidade

Print Friendly, PDF & Email

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, (Senar),  prefeitura de Axixá e o Sindicato dos Produtores Rurais de Rosário, promoveram esta semana, na sede da Colônia de Pescadores, evento para a entrega de certificados para 450 produtores rurais daquele município.

Os documentos entregues são relativos a dezessete cursos, onde estão incluídos, olericultura, aproveitamento integral do açaí, avicultura, educação ambiental, panificação, ovinocultura e  alimentação alternativa. Também receberam aquelas pessoas que foram atendidos pelo programa, ‘Com Licença vou à Luta’. Além da sede do município, as capacitações foram ministradas nas comunidades de Veneza, Burgos, Ribeirão, Peri-juçara, Monte Alegre, Bonfim, Santa Maria, Veneza, Rui Vaz, Vale Quem Tem e outros.

O acontecimento integrou a programação do aniversário da cidade e reuniu centenas de pessoas. Participoram, o superintendente do Senar, Luiz Figueiredo,  a prefeita Roberta Barreto, os secretários, de Agricultura, de Assistência social, de Meio Ambiente e de Educação. Também prestigiou a festa de entrega, o presidente do Sindicato dos produtores Rurais de Rosário, Raimundo Sousa, o coordenador de Juventude, (Senai/Sebrae), Aldeni Rocha Ribeiro e a presidente da União de Moradores da Comunidade Rural Santa Maria de Axixá, Maria José  Feques, dentre outros convidados.

Alguns dos participantes dos cursos aplicados nas comunidades axixaenses relataram experiências positivas após a capacitação. É o caso de Delice Cantanhede Santos, moradora do povoado Centro Grande. Ela fez o curso de Olericultura e teve sua renda duplicada após investir  na produção de cebola, cheiro verde, abobrinha, alface e pepino.

“Minha vida mudou depois da capacitação. Com o investimento que tenho feito, já adquiri diversos bens e melhorei a minha qualidade de vida e dos meus filhos”, revelou, afirmando que atualmente seus filhos cursam curso técnico e faculdade. “Graças à capacitação, pude sonhar com dias melhores”.

O mesmo foi ressaltado por Antônio José Barros, que antes do curso vivia da roça  no toco, (plantava mandioca), e que após se capacitar via Senar, tem investido na produção de bolos – de trigo e de tapioca -, sua grande paixão. “Minha vida melhorou cem por cento. Hoje trabalho no que gosto e posso sonhar com dias melhores”, afirmou Barros, contente com o seu investimento.

Conhecimento

“Sem capacitação ou conhecimento não se chega a lugar nenhum. Quem tem conhecimento tem tudo”, disse o superintendente do Senar, Luiz Figueiredo,  ressaltando a importância da capacitação para os produtores rurais, enquanto destacava a parceria entre o poder público,  (prefeitura/governo), sindicatos, associações e o Senar, que neste caso, resultou numa grande mudança de vida dos moradores do município.

A prefeita Roberta Barreto endossou o discurso de Figueiredo afirmando ser a parceria fundamental para o desenvolvimento do município. “A parceria com o Senar teve início ainda quando começamos a  gestão e agora, ela só se fortalece. Quem ganha, certamente, são os produtores rurais”, disse, enquanto solicitava em público, mais cursos para as comunidades rurais.