Menu fechado

O papel da formação rural no campo

Print Friendly, PDF & Email

A capacitação profissional dos agentes econômicos, em Santa Catarina, foi um dos fatores determinantes para o desenvolvimento do setor primário da economia barriga-verde. Nos últimos anos, especialmente depois do surgimento do SENAR (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural), cresceu exponencialmente a oferta de treinamentos para a clientela do campo, formada pelo produtor rural, família rural e empresário rural. Somente no ano passado, o SENAR/SC  atendeu 156 mil produtores rurais em  ações de formação profissional rural e de promoção social.

Alguns aspectos merecem destaque: os treinamentos e demais formas de capacitação são totalmente gratuitos e presenciais realizados na área rural, ali onde vive e trabalha o produtor rural e sua família. No último ano, esse esforço pedagógico atingiu 281 municípios do Estado, representando 95% do território catarinense. Apenas 14 municípios (principalmente no litoral) não tiveram demandas para os eventos do SENAR em razão da baixa vocação agrícola.

A primeira linha de ação da entidade é a formação profissional rural, vinculada à aquisição de conhecimentos, habilidades e atitudes para o exercício de uma ocupação, de modo a aumentar a eficiência do desempenho profissional de trabalhadores e produtores rurais. As ações nessas áreas atenderam 92.732 produtores rurais catarinenses por ano em mais de 4.200 eventos realizados, exigindo 107.516 horas de treinamento.

Em  segundo lugar vêm as atividades de promoção social que visam o desenvolvimento de aptidões pessoais e sociais de trabalhadores, produtores e das famílias rurais, em uma perspectiva de maior qualidade de vida, consciência crítica e participação ativa na comunidade. As atividades possuem caráter educativo e preventivo. Isso representa mais de 1.100 ações/ano, atendendo um público de 35.079 participantes, com total de 24.580 horas/aula.

Além desse enorme esforço pedagógico presencial, a comunidade rural conta com os recursos da internet e da informática: o portal de educação a distância do Senar completa em 2015 cinco anos no ar com nova arquitetura. Para ampliar ainda mais o acesso da população rural à educação a distância, o portal aperfeiçoou  sua acessibilidade. O aluno pode assistir as aulas com a mesma comodidade em seu computador de mesa, no tablet ou mesmo pelo celular.

A demanda por cursos de educação a distância é cada vez maior pelas vantagens que a modalidade oferece, como a flexibilidade do horário e local, e agora também pela facilidade de acessar os cursos até pelo celular. O portal de educação a distância do SENAR foi criado em 2010 para ampliar as chances de formação e profissionalização das pessoas do meio rural e, assim, aumentar a produtividade na agropecuária preservando o meio ambiente. Começou oferecendo cursos de inclusão digital, para garantir e facilitar o acesso dos potenciais alunos que ainda não dominavam a linguagem e o ambiente digital.

Atualmente, estão disponíveis no portal Senar Educação a Distância, quatro diferentes programas (capacitações tecnológicas, inclusão digital, empreendedorismo e gestão de negócios e qualidade de vida) e um total de 35 cursos independentes e inteiramente gratuitos. O aluno tem a comodidade de estudar, de graça, quando e onde lhe for mais conveniente. O conhecimento está a apenas um toque.

* Por José Zeferino Pedrozo, Presidente da FAESC