Menu fechado

Ministra Kátia Abreu lança Plano de Desenvolvimento do Matopiba com apoio da Faema e Senar

Print Friendly, PDF & Email

 

Ministra Kátia Abreu lança oficialmente o Matopiba, observada pelo Governador Flávio Dino, pelo prefeito de Balsas, Luiz Rocha Jr. e pelo presidente da Faema, José Hilton Coelho.
Ministra Kátia Abreu lança oficialmente o Matopiba, observada pelo Governador Flávio Dino, pelo prefeito de Balsas, Luiz Rocha Jr. e pelo presidente da Faema, José Hilton Coelho.

A Federação de Agricultura e Pecuária do Estado do Maranhão, (Faema) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, (Senar), por meio do presidente José Hilton Coelho e do vice-presidente, Raimundo Coelho, participaram do lançamento do Plano de Desenvolvimento Agropecuário do Matopiba no Maranhão, durante a 13ª edição da Feira de Agronegócios de Balsas, (Agrobalsas 2015), em meados de maio.

 Presidente da Faema, José Hilton Coelho, emoldurado pela ministra Kátia Abreu e pelo vice-presidente da Faema, Raimundo Coelho.
Presidente da Faema, José Hilton Coelho, emoldurado pela ministra Kátia Abreu e pelo vice-presidente da Faema, Raimundo Coelho.

O lançamento contou com a presença da ministra de Agricultura Kátia Abreu e do governador Flávio Dino, de secretários de estado, da  Agricultura, da  Pesca e Aquicultura, da  Indústria e Comércio, da Mulher e   da Empresa Maranhense de Administração Portuária. Também prestigiaram o evento, o senador Roberto Rocha, (PSB) prefeitos da região, representantes de entidades e órgãos governamentais estaduais e federais, produtores rurais, dirigentes sindicais, dentre outros.

Fronteira agrícola do paí
A expressão Matopiba resulta da abreviatura com as iniciais dos estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia. São 31 microrregiões, num total de 73 milhões de hectares, seis milhões de habitantes e um PIB da ordem de R$ 47 bilhões. A criação da região do Matopiba pela Presidência da República reconhece a existência de territórios geoeconômicos diferenciados, sem alterar as fronteiras dos estados, e é o primeiro passo – fundamental – para programas de fomento, crédito, assistência técnica e social. O  programa Matopiba  é considerada a última fronteira agrícola do país, que receberão investimentos  e assistência  para o aumento da produção agrícola e crescimento da classe média rural.

Durante a reunião, além de apresentar  as principais metas do governo federal para a região, a ministra destacou o empenho do governo do estado para o setor. Ressaltou a participação da Faema por meio de seus dirigentes no Matopiba e anunciou mudanças na região de abrangência do programa a partir de sua implantação.

O governador Flávio Dino  destacou a importância da assistência técnica  e apresentou uma série de medidas para a região, uma delas é a implantação do “Espaço do Empreendedor Rural”, que agregará órgãos estaduais e instituições voltadas para a qualificação do produtor rural. O  sistema Faema/Senar, promoverá, no local,  cursos de qualificação profissional.

“A implantação do Matopiba pela ministra Kátia Abreu, governador e Faema, fortalece o trabalho que já fazemos aqui no Estado que é qualificar o produtor rural, só que desta vez de maneira mais ampla, com apoio irrestrito do governo federal e do estado, com atividades antes não aplicadas por nós”, disse José Hilton Coelho, destacando a participação da ministra na oficialização do Matopiba e em outras ações  que envolvem o produtor rural no Maranhão.