Menu fechado

Jovens  são qualificados e  lançados no mercado de trabalho  maranhense pelo Senar

Print Friendly, PDF & Email

A instituição por meio de diversas parcerias qualifica jovens com cursos técnicos voltados para atividades rurais.

Gestores do Senar e da empresa Santa Izabel reunidos com os jovens atendidos pelo  programa Jovem Aprendiz Rural.
Gestores do Senar e da empresa Santa Izabel reunidos com os jovens atendidos pelo  programa Jovem Aprendiz Rural.

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, (Senar), certificou esta semana, dezenove jovens integrantes do programa Jovem Aprendiz Rural nos cursos de Assistente Administrativo e Avicultura de Corte desenvolvido em parceria com a empresa Santa Izabel  Alimentos Ltda, (Frango Americano).

Aptos para serem absorvidos pelo mercado de trabalho, os novos técnicos  são em sua maioria, moradores dos municípios próximos onde encontra-se a empresa, (São José de Ribamar e Paço do Lumiar). Alguns deles, filhos de empregados da companhia, que desde o final de 2014, participam do programa implantado pelo Senar para atender as exigências do governo federal (Ministério do Trabalho e Emprego – MTE).

Com estes, o Senar certifica um total de cem, (100) jovens, agora qualificados e aptos para atuarem no mercado por meio de parceria com a Suzano, (Imperatriz), Energia Verde Rural, (grupo Queiroz Galvão/ Açailandia) e agora, Santa Izabel, (Paço do Lumiar/São Luis).

Os participantes deste tipo de capacitação recebem aulas teóricas e práticas dentro das instalações da empresa, podendo, ao final do curso, aquele que melhor se destacar vir a ser contratado para exercer a função, como empregado dentro do estabelecimento. Enquanto alunos, eles recebem meio salário mínimo que os mantêm em suas atividades.

Requisitos
O objetivo do Jovem Aprendiz Rural é preparar jovens para o mercado de trabalho em consonância com as necessidades das empresas que exploram atividades rurais, e os requisitos da legislação em vigor. O empreendimento é voltado basicamente a adolescente ou jovem de 14 a 24 anos completos e incompletos que haja concluído ou esteja cursando regularmente o ensino fundamental ou médio, matriculado em curso de aprendizagem com vínculo empregatício caracterizado por contrato de aprendizagem, conforme previsto na legislação.

O Senar, com este projeto, objetiva realizar a Formação Profissional Rural, (FPR), com metodologia de ensino voltada aos aprendizes, capacitando-os para o ingresso no mercado de trabalho. O curso técnico é destinado aos jovens que queiram ingressar em atividades agropastoris, com capacidade para atender a sua comunidade, ganhando um ofício e melhorando a renda de sua família.

“O programa Jovem Aprendiz qualifica o adolescente e jovem para o mercado de trabalho, com foco na melhoria da qualidade de vida da família. Por isso, a importância desse público ser oriundo da atividade rural”, disse o superintendente do Senar, Luiz Figueiredo.

Miriam de Jesus Pimentel, assistente social e gestora do programa na empresa, disse ter  orgulho de participar do processo e de manter parceria  com instituições sérias como Senar. “Sinto orgulho em ter o Senar como parceiro”; frisou, destacando a qualidade e seriedade da entidade, mas também, o bom comportamento e também o comprometimento dos alunos.

O estudante Vítor Ramos disse estar muito grato ao Senar e à empresa parceira pela oportunidade porque certamente vai ajudar bastante no seu currículo. “Pretendo investir mais na área e em um futuro próximo pretendo vir a ser técnico agrícola. Agradeço muito à empresa e ao Senar, porque não é todo mundo que tem a oportunidade que tive”, disse emocionado ao receber o certificado.

Quem compartilha a alegria com Vitor é o seu colega de turma, Natanael Rebouças que ressalta o quanto é importante ter investido em  curso técnico como Avicultura de Corte. “Tenho muito que agradecer a essa empresa e ao Senar que organizaram esse curso, que vai me servir muito para a minha vida toda”, falou ele.