Menu fechado

Faema e Senar treinam produtores rurais em Caxias e Codó para se cadastrarem no CAR

Print Friendly, PDF & Email
O superintendente do Senar, Luiz Figueiredo, fala em Caxias da importância do CAR aos produtores rurais.
O superintendente do Senar, Luiz Figueiredo, fala em Caxias da importância do CAR aos produtores rurais.

Cerca de trezentas pessoas dentre elas produtores rurais, agrônomos e técnicos agrícolas de Caxias e Codó participaram neste final de semana, da capacitação no Cadastro Ambiental Rural (CAR), realizada pelo sistema Faema/ Senar e organizada pelos sindicatos dos produtores rurais locais.

Os treinamentos ocorreram nas sedes das entidades e reuniram também, o superintendente do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, (Senar-MA), Antônio Luiz Batista de Figueiredo, o vice-presidente da Federação de Agricultura do Estado do Maranhão, (Faema), Raimundo Coelho, o prefeito de Caxias, Leonardo Coutinho,o deputado estadual, César Pires, (DEM), secretários municipais, lideranças políticas, dirigentes sindicais,   representantes dos agentes financeiros: Banco do Brasil, (BB)  Nordeste, (BNB), e Caixa Econômica Federal,  do governo do Estado, (Aged e Agerp), da Ordem dos Advogados do Brasil, (OAB), estudantes, produtores rurais e sociedade civil.

O CAR é um registro eletrônico obrigatório para todos os imóveis rurais que tem por finalidade integrar as informações ambientais referentes às situações das  Áreas de Preservação Permanente – APP, das Áreas de Reserva Legal , (ARL), das florestas e dos remanescentes  de vegetação nativa, das áreas de uso restrito e das áreas consolidadas das propriedades e posses rurais do país.

Ferramenta importante para auxiliar no planejamento do imóvel rural e na recuperação de áreas degradadas, o CAR fomenta a formação de corredores ecológicos e a conservação dos demais recursos naturais, contribuindo para a melhoria da qualidade ambiental e do ordenamento das atividades agrossivipastoris, sendo, atualmente, utilizado para esse fim pelos governos estadual e federal. Vale lembrar que aqueles produtores que não realizarem o cadastramento de suas propriedades via CAR até o dia 05 de maio corrente, deixarão de participar de políticas públicas como o Crédito Rural, fundamental para incentivo à produção rural.

Treinamentos

O vice-presidente da Faema abre capacitação para público formado por produtores rurais, técnicos e sociedade civil.
O vice-presidente da Faema abre capacitação para público formado por produtores rurais, técnicos e sociedade civil.

Nesse contexto, a Federação da Agricultura, bem como o Senar, vêm realizando treinamentos por profissionais capacitados pelo Ministério do Meio Ambiente e CNA, especialmente para esta finalidade, desde o final do ano passado, quando firmou parceria com a Secretaria Estadual de Meio Ambiente, (SEMA), intensificando essas ações nos municípios onde existem sindicatos da categoria. Noutros, onde não há este tipo de entidade, a Federação e o Senar, também deverão atender, desde que haja interesse da população, haja vista o prazo para o cadastramento  terminar no próximo mês de maio.

A capacitação consiste em orientar os produtores na preservação do meio ambiente, com técnicas de  proteção das margens dos rios e  florestas, por meio de palestra, (manhã), e  treinamento digital, com utilização da ferramenta geo, que delimita a propriedade por meio de imagens via satélite.

“O motivo de estarmos aqui é para prepararmos todos os produtores rurais a participarem do CAR. Sabemos que é uma tarefa difícil, porque são trezentas mil propriedades rurais a serem cadastradas em muito pouco tempo”, disse  o superintendente do Senar, Antônio Figueiredo, ao destacar, “que é o papel do Senar criar mecanismos  para que sejam dadas condições para que o homem do campo participe deste processo”. Figueiredo destacou ainda a importância crucial do sindicato na tarefa de incentivar e acompanhar o produtor rural. “Sabemos que o nosso sistema sindical está preocupado com isso”, defendeu ele.

Sindicato

Compartilhando do mesmo pensamento e reforçando a obrigatoriedade da participação tanto do sindicato, quanto dos produtores rurais, o vice-presidente da Faema, Raimundo Coelho, afirmou ser  a Federação obrigada a bem  atender  os produtores rurais, por isso, não tem medido esforços  em instruí-los. “O Senar está financiando os procedimentos técnicos e operacionais, e o governo está propondo parceria conosco para acelerar o processo do CAR em todo o Estado”.

Reforçando o discurso do vice-presidente da FAEMA, o secretário de Estado do Meio Ambiente, Marcelo Coelho, presente no evento de Codó, disse que o governador planejou desde que assumiu o governo do Maranhão o cadastramento do CAR aos produtores rurais. “Sem o CAR, os produtores perdem os benefícios do governo federal e  as oportunidades de financiamento. Sem o CAR, não haverá investimento do governo federal no Estado”, enfatizou o secretário, destacando o papel da Faema e do Senar, na organização rural do Estado.

O agrônomo Durval Veloso, de Caxias, disse que o treinamento tem a função de aumentar o seu conhecimento sobre o assunto e garantir sua aplicabilidade junto aos produtores rurais. “É excelente a intenção do Senar. Isso mostra a  sua preocupação em bem atender o homem rural”, acentuou.