Menu fechado

Eventos do Senar na Agrobalsas prepararam pequenos agricultores

Print Friendly, PDF & Email

balsas estande

O sistema Federação da Agricultura e Pecuária do Maranhão/Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Faema/Senar) concluiu suas atividades na Agrobalsas 2013, no município de Balsas, 840 quilômetros de São Luís, nas capacitações de Formação Profissional Rural e Promoção Social, beneficiando centenas de pequenos produtores e trabalhadores rurais da região Sul do Maranhão.

A Agrobalsas, considerada a maior feira de agronegócio do Maranhão, superou as expectativas da Fundação de Apoio à Pesquisa do Corredor de Exportação Norte (Fapcen) e atingiu R$ 277 milhões na comercialização de máquinas agrícolas, veículos leves e pesados, implementos, insumos, financiamentos agrícolas e prestação de serviço. O evento, que teve o apoio do Governo do Estado, foi  realizado pela Fapcen e aconteceu no período de 13 a 17 deste mês, na Fazenda Sol Nascente.

meio ambiente O presidente da Faema, José Hilton Coelho de Sousa, e o superintendente do Senar, Luiz Figueiredo,  participaram  da Agrobalsas e acompanharam  alguns dos sete cursos e oficinas oferecidos pelo Senar, como o de Operação e Manutenção de Máquinas Agrícolas-Tratorista. No estante do sistema Faema/Senar,  foi  realizada  uma ampla divulgação da campanha do Time AgroBrasil, promovida pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e Sebrae,  além  de palestras e encontros com lideranças rurais da região.

“Curso como o de operação e manutenção de máquinas agrícolas possibilita aos agricultores a aquisição de conhecimentos e habilidades para o exercício de uma ocupação profissional”, disse José Hilton.

piscicultores cursoDe acordo com o instrutor do curso de Educação Ambiental, Sebastião Carvalho, o curso do Senar  teve a participação da engenheira ambiental, Juliana Borges, da Universidade de Palmas-TO; os professores  da Instituto Federal de Educação de Caxias/MA, Manoel Mauro Filho e Diogo Sardinha; dos secretários municipais de Meio Ambiente dos municípios de Porção de Pedra, Alto Alegre do Pindaré e Lago dos Rodrigues, totalizando 32 participantes.

Já o curso Trabalhador na Piscicultura, que contou com 16 participantes,  destacou as condições necessárias para implantação de projetos, estrutura e preparo de viveiros, monitoramento da água, cálculo de ração, hábitos alimentares dos peixes, comercialização, custos e receita.

tratoristas “A região Sul do Maranhão tem encontrado na piscicultura de água doce, uma alternativa para contribuir com a oferta de proteínas às comunidades rurais”, afirmou o instrutor Luiz Evangelista Rocha. Os demais cursos e oficinas foram  produção de doces, compotas e frutos cristalizados e desidratados, olericultura básica e fabricação de aguardente e farinha.