Menu fechado

Entidades entregam Agenda para o Desenvolvimento do Maranhão a candidatos ao governo do Estado

Print Friendly, PDF & Email

Documento foi entregue durante Encontro com Candidatos a Governador, que teve a participação de Edison Lobão Filho (PMDB) e Flávio Dino (PCdoB)

Edinho Lob+úo Filho (PMDB) foto 1 Um documento, contendo as reivindicações do empresariado maranhense para o desenvolvimento do estado, foi entregue aos dois candidatos que polarizam a disputa ao governo do Maranhão, Edison Lobão Filho (PMDB) e Flávio Dino (PCdoB), durante o Encontro com Candidatos a Governador, realizado no auditório da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema), na quarta-feira, 11.

O evento foi promovido pela Associação Comercial (ACM), Câmara dos Dirigentes Lojistas de São Luís (CDL-SL), Federação da Agricultura e Pecuária (Faema), Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio) e Fiema para conhecer as propostas dos candidatos para os setores da indústria, comércio e serviços e agricultura do estado.

Flávio Dino assina termo de compromisso.
Flávio Dino assina termo de compromisso.

Intitulado Agenda para o Desenvolvimento do Maranhão 2015-2018, o documento reúne uma série de necessidades apontadas como urgentes pelo setor produtivo local para a criação de um ambiente de negócios favorável no Maranhão. Ampliação e melhoria da infraestrutura e logística; do sistema de telecomunicações, atenção à legislação ambiental, insegurança jurídica no campo, agronegócio, gestão pública eficiente são alguns dos itens contidos na Agenda.

Edison Lob+úo Filho assina termo de compromisso p+¦blico, observado pelos empres+írios
Edinho Lobão assina termo de compromisso.

O documento foi entregue após os candidatos das coligações “Pra Frente Maranhão” e “Todos Pelo Maranhão” responderem às dez perguntas elaboradas pelos representantes das cinco entidades promotoras.

“A existência do diálogo entre governo e sociedade civil organizada é um dos pilares que devem sustentar a democracia brasileira. Por isso estamos abrindo um canal de comunicação da classe empresarial com o próximo governador do Estado do Maranhão, que esperamos que seja permanente e cada vez mais decisivo para o encaminhamento de soluções ao desenvolvimento socioeconômico do nosso estado”, disse o presidente da Fiema, Edilson Baldez das Neves.

Os dois candidatos parabenizaram as entidades pela oportunidade de diálogo. “Quero homenagear as entidades empresariais por esse encontro”, afirmou Flávio Dino. “Sou empresário e me sinto muito bem e à vontade nessa casa”, afirmou Edison Lobão Filho. Eles assinaram um Termo de Compromisso Público onde se comprometem, caso eleitos, a expandir e apoiar a aprovação e implementação de projetos e programas voltados ao incremento dos setores produtivos, conforme reivindicações da Agenda recebida.

Sabatina – Cada entidade fez duas perguntas aos candidatos. A primeira delas foi efetuada pela presidente da ACM, Luzia Rezende, que questionou aos políticos acerca das propostas para o fortalecimento da economia, pela via das micro e pequenas empresas.

A presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), Socorro Noronha, fez perguntas sobre segurança pública e pirataria e destacou a responsabilidade do empresariado no período eleitoral.

As questões fundiárias, agronegócio e Zoneamento Ecológico e Econômico -ZEE também foram questionadas aos candidatos pelo vice-presidente da Faema, Raimundo Coelho, que estava representando o presidente da entidade, José Hilton Coelho de Sousa. “Participar deste evento democrático, onde ouviremos dois candidatos ao governo do Maranhão, é de grande valia. Esperamos dos senhores, o compromisso de fortalecer este importante setor da economia maranhense”.

O presidente da Fecomércio, José Arteiro da Silva, enfatizou a importância da parceria entre poder público e iniciativa privada para a melhoria do ambiente de negócios no estado e dar segurança aos empresários para investir.

O Encontro da Classe Empresarial com Candidatos a Governador foi transmitido ao vivo pela internet.

Veja vídeo na íntegra.