Menu fechado

Diretoria da Faema/Senar discute em assembléia  assuntos relativos ao produtor rural

Print Friendly, PDF & Email

 

José Hilton Coelho, (Faema) e Luiz Figueiredo, (Senar), se confraternizam com os sindicalistas no café da manhã.
José Hilton Coelho, (Faema) e Luiz Figueiredo, (Senar), se confraternizam com os sindicalistas no café da manhã.

Com a presença de cerca de 50 representantes dos sindicatos de produtores rurais de diversos municípios maranhenses, foi realizada esta semana, pela Federação de Agricultura e Pecuária do Estado do Maranhão, (Faema), e pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, (Senar), a I Assembléia Geral Ordinária  de 2015.

A reunião, dirigida pelo presidente da Faema, José Hilton Coelho de Sousa, debateu sobre diversos assuntos em comum entre as entidades. Um dos pontos altos da reunião foi a apresentação do Licenciamento Ambiental cuja Portaria foi publicada no mês de abril pelo governador Flávio Dino. Segundo o documento, os produtores poderão ter a licença dispensada em até 224 hectares, o que  não contempla a necessidade dos produtores rurais do estado.

Por conta disso, a Faema busca rediscutir este tema com o governador por meio da Secretaria de Estado do Meio Ambiente, (Sema), a fim de que sejam ampliados os benefícios para a categoria.

Aftosa

O consultor da Faema, César Viana apresentou aos presentes o Plano de Desenvolvimento do Matopiba, (território de desenvolvimento do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia), bem como sua atuação nos municípios maranhenses.

Na oportunidade, os dirigentes sindicais foram informados da prorrogação da campanha contra  a febre aftosa, que segue até o dia 15 de junho. Ainda na oportunidade, a Federação distribuiu aos presentes  cerca de 20 mil doses de vacinas para serem entregues aos pequenos produtores rurais associados aos respectivos sindicatos e  que possuem até 20 cabeças de gado.

“Foram repassados no período da campanha  contra a febre aftosa,  de cinco a dez mil doses de vacinas para a Agência de Defesa Agropecuária do Maranhão, (Aged), que estão sendo distribuídas aos produtores rurais moradores das  áreas indígenas e quilombolas”, disse José Hilton Coelho, durante a Assembléia na sede da Faema/Senar. Essa ação, de acordo com o presidente, reforça a parceria entre os dois órgãos  e o compromisso com o  produtor rural, no que tange à vacinação,  mas também à  capacitação de técnicos que acompanham  este público.

Além de disponibilizar doses de vacinas aos produtores rurais, a Faema e o Senar, ofereceu aos técnicos agrícolas, curso de vacinador  em 31 municípios, priorizando aqueles  onde foram constatadas  a baixa vacinação.