Menu fechado

Curso técnico em Agronegócio do Senar é implantado com apoio de sindicatos e prefeituras

Print Friendly, PDF & Email
Aula inaugural da Rede e-Tec em Chapadinha. O superintendente do Senar, Luiz Figueiredo ao lado da prefeita Ducilene Belezinha, da coordenadora da Rede E-Tec, Thaysa Sodré, secretários, assessores e alunos.
Aula inaugural da Rede e-Tec em Chapadinha. O superintendente do Senar, Luiz Figueiredo ao lado da prefeita Ducilene Belezinha, da coordenadora da Rede E-Tec, Thaysa Sodré, secretários, assessores e alunos.

A Federação de Agricultura e o Serviço Nacional Aprendizagem Rural, (Senar), implantaram esta semana, o curso  técnico em  Agronegócio nas cidades de Chapadinha, Colinas e Balsas. Com um total de 90 alunos matriculados e com duração de dois anos divididos em aula presencial e semipresencial, a capacitação faz parte do programa Rede e-Tec do Brasil,  do Ministério da Educação (MEC), em parceria com o Senar Central, (Brasília).

A Rede e-Tec Brasil é um programa do Ministério da Educação – Mec, instituído pelo Decreto nº 7.589, de 2011. Esta ação faz parte do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego – Pronatec, cuja principal finalidade é promover de maneira democrática o acesso à Educação Profissional e Tecnológica (EPT), beneficiando-se das possibilidades de alcance e estratégias metodológicas da Educação a Distância (EaD).

A iniciativa do Senar visa oferecer uma nova oportunidade aos estudantes que querem ampliar a sua formação, habilitando-os, não só nos conhecimentos das cadeias produtivas, como também na aplicação dos procedimentos de gestão e de comercialização do agronegócio.

Agronegócio

Em parceria com os sindicatos de produtores rurais e com as administrações municipais os pólos instalados no Maranhão, atendem à necessidade de  alunos dos respectivos locais, e também de  cidades vizinhas quando do apoio ao empreendedor do agronegócio.

Em Chapadinha, por exemplo, a prefeita Ducilene Belezinha disponibilizou uma equipe formada por secretários e assessores e demais funcionários para apoiar o Senar com toda a infraestrutura necessária para a realização das aulas e para o conforto do aluno.

De acordo com o superintendente do Senar, Luiz Figueiredo, fortalecer parceria com prefeituras é fundamental para o desenvolvimento das ações do Senar, onde neste caso, o apoio da prefeita é essencial para ao desenvolvimento não somente do município, mas também, da região como um todo.

“Quando se tem à frente da prefeitura, pessoas comprometidas  com o desenvolvimento da população, as ações são sempre para melhorar o conhecimento de seus moradores e elevar a qualidade de vida de todos os envolvidos nas ações aplicadas por esta instituição”, destacou Figueiredo, lembrando que o pólo de Chapadinha tem matriculado, além de moradores do município, pessoas de Itapecuru-Mirim, São Luis e São Benedito do Rio Preto.

Bastante disponível, a prefeita Belezinha garantiu apoio irrestrito levando em consideração que a qualificação, segundo ela, serve para melhorar o nível de conhecimento técnico dos moradores do município e da região, ligados ao agronegócio permitindo assim, o desenvolvimento deste tipo de atividade.

“A parceria com o Senar tem sido fundamental na minha administração para o crescimento no setor agropecuário”, afirmou a gestora municipal.