Notícias Concluídas no Maranhão as primeiras turmas do curso técnico em Agronegócio do Senar 21-12-2017
Print Friendly, PDF & Email

Quarenta alunos dos polos presenciais de Colinas, Balsas e Chapadinha formaram esta semana

O Senar em parceria com o Ministério da Educação, Sindicatos de Produtores Rurais e outros parceiros, acabam de formar quarenta alunos   no curso técnico em agronegócio, da Rede E-Tec dos Polos presenciais de  Colinas, Chapadinha e Balsas.

Luiz Figueiredo, feliz com a formação de 40 alunos em todos os polos.

O programa está em andamento no estado desde 2015 e atende as regiões onde o agronegócio apresenta maior desenvolvimento. O curso técnico em agronegócio da Rede E-Tec é uma parceira entre o Ministério de Educação (MEC), Senar, Sindicatos rurais patronais e prefeituras municipais.

Raimundo Coelho em Chapadinha, ladeado por José Luzia e autoridades

Em Chapadinha, último evento da sequencia de formaturas realizadas pela equipe do Senar e Sindicatos rurais –  ocorreu na sede do Sebrae e contou com a presença de  convidados e de autoridades municipais como os vereadores Alberto Carlos Pereira que representou a empresária e parceira do programa, Ducilene Pontes Cordeiro.

Novo técnico em Agronegócio, Rafael Coelho Barros, representa turma durante solenidade em Balsas.

Na ocasião, foi homenageado pelos participantes, o presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Chapadinha, José Luzia Ferreira da Costa, pelo apoio dispensado aos alunos durante todo o processo de execução das ações de capacitação.

Luiz Figueiredo, feliz com a formação de 40 alunos em todos os polos.

“Sinto-me muito feliz e honrado participando de um grupo que colabora para que o agronegócio se fortaleça no estado. Principalmente por ser um produtor rural que não tive oportunidade de estudar, mas que tem  a preocupação de ver o desenvolvimento do meu município”, disse emocionado.

Representaram a entidade, o presidente do Conselho Deliberativo do Senar, Raimundo Coelho, o superintendente estadual do Senar, Luiz Figueiredo, o diretor técnico do Senar e presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Colinas, Carlos Antônio Feitosa, a coordenadora regional da Rede  E-Tec, a pedagoga Thaysa Correia e a Gerente de Promoção Social e Educação Formal Yolanda Gomes. Também participou como da formatura, a vereadora Eleozilda Nóbrega de Sá, que muito se empenhou para manter o bom andamento da turma de Colinas.

“Temos as melhores perspectivas para 2018 e queremos um número substancial de alunos nas turmas que iremos organizar”, disse Figueiredo otimista, assegurando que no Nordeste, o Maranhão é um dos estados que possui  maior número de polos, o que tem ocasionado, no entanto, maior preocupação por parte dos gestores do Senar, em oferecer qualidade, para suprir as necessidades de mão de obra qualificadas nas regiões consideradas de grande produção agropecuária.

Feitosa observou que o município de Colinas foi o primeiro no estado a ter o curso de agronegócio em funcionamento. Ele destacou o empenho do sindicato e da prefeitura para que o curso acontecesse. “Aqui em Colinas muitos iniciaram e os que conseguiram finalizar,  foram dedicados e se destacaram”, frisou, estimulando os novos profissionais.

Raimundo Coelho, falou do lançamento no mercado de  profissionais capacitados para atender produtores rurais maranhenses. “Muito satisfeito, com o que vejo aqui. Está acima da minha expectativa”, disse ressaltando, que a  avaliação internacional feita recentemente que classifica o programa do MEC/Senar como um dos melhores do mundo. “Isso prova a qualidade  do material do Senar preparado para os alunos, e também, pelo nível dos professores envolvidos”, ressaltou Coelho.

Diplomação

Jorge Vieira de Balsas, saúda formanda da Rede E-Etec

A última turma  da sequencia, ocorreu em Balsas, onde  catorze alunos de 2015, concluíram o curso com proveito. Nesse município, o Senar teve como principal parceiro o Sindicato dos Produtores Rurais de Balsas, representado na solenidade de diplomação,  pelo presidente Jorge Vieira Salib e pelo secretário  Luiz Carlos Schwingel.

Muitos dos participantes com atuação em outro setor viram no curso da Rede E-Tec, a chance de não somente atender ás propriedades da região, mas também de empreender e expandir seus negócios em outras localidades,  considerados promissores no Maranhão.

De acordo com  recente pesquisa, 95% dos alunos e ex-alunos se revelaram satisfeitos com a formação profissional oferecida pelo Senar. É o caso de Francineide Barros. Ela é administradora de empresas e resolveu investir na carreira do agronegócio. Se apaixonou pela metodologia e material do curso ofertado pelo Senar.

“O curso veio a somar  com o que já faço no dia a dia. O Senar está de parabéns”, disse a aluna de Balsas, feliz com o resultado alcançado.