Menu fechado

CNA e FAEMA promovem encontro para estabelecer uma agenda estratégica para o agronegócio do Nordeste

Print Friendly, PDF & Email

12_11_02Com a presença de consultores e técnicos da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Maranhão (FAEMA), José Hilton Coelho de Sousa, abriu nesta segunda-feira, 10 de novembro, um encontro com sindicatos rurais, órgãos do governo e entidades ligadas ao setor produtivo rural, com a finalidade de estabelecer uma agenda estratégica para o agronegócio da região conforme estudo feito pela CNA em todos os estados nordestinos.

Durante dois dias, os participantes identificam por meio da metodologia de oficinas de trabalho os pontos críticos que travam o desenvolvimento do setor e elaboram propostas para sua resolução dentro de três blocos: Sistema CNA/SENAR/Federações/Sindicatos; ambiente organizacional e institucional e sistema de produção e produtores rurais.

12_11_03Segundo o presidente da FAEMA, José Hilton Coelho de Sousa, a primeira parte do estudo ocorreu na CNA, em Brasília, com a participação dos presidentes das Federações do Nordeste com o objetivo de elencar os problemas e desafios do agronegócio nessa Região. “Estamos levantando as necessidades específicas do Maranhão e acrescentando novas sugestões tendo como base o resultado do trabalho produzido na primeira fase” disse.

As oficinas estão sendo orientadas pela consultora Juliana Galvarros,  com o apoio das assessoras técnicas do Sistema CNA/SENAR, Adriana Del Isola e Adriana Macedo, na sede da FAEMA, no centro de São Luís do Maranhão.

De acordo com Juliana Galvarros, além do Maranhão, os estados da Paraíba, Pernambuco e Ceará já foram contemplados com as oficinas de alinhamento estratégico da Comissão do Nordeste da CNA. “Ao final dos trabalhos, cada Federação Estadual vai produzir um relatório compilando todos os problemas específicos e ações mostrando os caminhos nos quais a CNA e federações deverão atuar”, informou.